Arquidiocese

Fátima: O dia em que o sol bailou. Bilhetes à venda.
(+info)

Desejo subscrever a newsletter do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão
Departamento Arciprestal da Comunicação Social | 17 Mai 2017
Arciprestado de Vila Nova de Famalicão promove Dia da Família
Durante o encontro serão apresentados os resultados do inquérito sobre “A Família que somos”.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

A Equipa Arciprestal da Pastoral Familiar promove a realização do Dia Arciprestal da Família no próximo sábado, dia 20 de Maio, pelas 21h15, no Centro Pastoral de Santo Adrião, em Vila Nova de Famalicão.

Depois do Sínodo dos Bispos e da consequente Exortação Apostólica do Papa Francisco, Amoris Laetitia, terem colocado “o desafio da Família como uma das prioridades mais urgentes da atenção da Igreja”, a Equipa Arciprestal da Pastoral Familiar de Famalicão desenvolveu um inquérito sobre “A Família que somos” dirigido a todas as pessoas, “com o objectivo de dar continuidade à reflexão e discernimento desenvolvido quer pelo sínodo quer na Exortação Apostólica”.

Neste Dia Arciprestal da Família a Equipa pretende apresentar os resultados deste inquérito, contando para o efeito com a presença do Pe. Rui Alberto, sacerdote Salesiano.

Deste modo, todas as famílias do Arciprestado famalicense estão convidadas a tomar parte deste encontro para que “possam conhecer os resultados deste inquérito e ao mesmo tempo servir de motivação para que o trabalho pastoral pela Família continue”. Como refere a organização, “a presença das famílias e das equipas de pastoral familiar será para nós um grande estímulo e sinal da sua inquietação pelo bem da família e das famílias que compõem as suas comunidades paroquiais”, alargando também o convite “a todos os movimentos relacionados com a pastoral familiar e a todos aqueles a quem esta causa interessa”.

A Equipa Arciprestal da Pastoral Familiar afirma ainda o seguinte: “estamos certos que seremos surpreendidos pelos resultados e pelo desejo inscrito nos corações de cada um de nós para que a Família esteja mais no centro da acção da Igreja. Desejamos, sobretudo, entender como pode hoje a Família ser mais sujeito dessa acção do que objecto da Pastoral.”

PARTILHAR IMPRIMIR
Arciprestado de Vila Nova de Famalicão
Contactos