Arquidiocese

Subsídios Semeadores de Esperança (2018/2019)
[+info]

Desejo subscrever a newsletter do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão
Departamento Arciprestal da Comunicação Social | 7 Jun 2018
Procissão Arciprestal do Corpo de Deus desafiou ao encontro com Cristo Jesus
Celebração contou com a presença de um significativo número de fiéis.
PARTILHAR IMPRIMIR

Na passada quinta-feira, dia 31 de Maio, Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, realizou-se em Vila Nova de Famalicão a Procissão Arciprestal do Corpo de Deus. Durante a celebração, os fiéis foram interpelados “a viver o encontro com Cristo Jesus, presente na Eucaristia, sendo que este Sacramento é a fonte que pode matar a nossa sede d’Ele”.

A celebração, que procurou dar continuidade àquilo que já tem sido uma tradição nos últimos anos, foi presidida pelo Vice-Arcipreste de Vila Nova de Famalicão, o P.e Francisco Carreira. Além disso, contou também com a presença de inúmeros sacerdotes do Arciprestado, de várias comunidades paroquiais do mesmo (representadas pela Cruz paroquial e círios, Bandeiras do Santíssimo Sacramento ou do Sagrado Coração de Jesus e Turíbulo), assim como de um grande e significativo número de fiéis que quis juntar-se a esta manifestação pública de fé e de amor a Jesus Sacramentado. Com início marcado para as 18h00 na Igreja Nova Matriz, a celebração iniciou com a Oração de Vésperas ao Santíssimo, cantadas.

Durante a partilha proferida, ainda no interior da Igreja, o P.e Francisco enfatizou que “se não buscarmos interiormente a Cristo, a celebração da Eucaristia não passará de um momento feliz, que não causou em nós paixão nem amor pelo Reino”, ou seja, “que não projectou em nós um horizonte de Esperança, nem uma vida plena e fecunda”. Por isso, o sacerdote corroborou que “é imperativo voltar a Jesus e estar com Ele”, sendo “importante colocar a nossa sede de Jesus na Eucaristia”. Lembrando que “em Cristo Jesus, Deus Se torna próximo de nós, aproximando-Se para curar as nossas feridas do pecado”, o P.e Francisco frisou que “se nos aproximarmos de Jesus seremos capazes de dar Esperança a este mundo tão ávido de sentido para vida”, pois, e como rematou, “a Esperança cristã é o próprio Jesus. Estejamos com Ele! Tenhamos sede d’Ele, porque Ele já está connosco”.

Depois disso, deu-se início à procissão que percorreu várias artérias da cidade, finalizando junto à Antiga Matriz, com um breve momento de oração em que todos dirigiram as suas preces a Deus e repousarem os seus corações em Jesus presente na Hóstia Consagrada.

Ao terminar, o Vice-Arcipreste agradeceu a todos os presentes, desafiando-os, mais uma vez, “a viver o encontro íntimo e pessoal com Cristo Jesus, que presente e vivo no Pão da Eucaristia, nos oferece continuamente o Seu amor”.

 

 

PARTILHAR IMPRIMIR
Arciprestado de Vila Nova de Famalicão
Contactos