Toma e Lê
X DOMINGO do TEMPO COMUM
Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Onde há amor, aí habita Deus"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter do Arciprestado de Guimarães e Vizela
Equipa de Comunicação | 29 Nov 2022
III JORNADAS DO GRANDE ÓRGÃO HISTÓRICO
Comemoração do 9º Aniversário do restauro
PARTILHAR IMPRIMIR

 As Jornadas do Grande Órgão Histórico 2022 comemoram o 9º Aniversário do restauro deste órgão monumental, na efeméride litúrgica da Solenidade da Conceição Imaculada de Nossa Senhora. A III edição deste Festival prossegue a parceria entre a Paróquia da Oliveira e o Museu de Alberto Sampaio, contando com um patrocínio do Município de Guimarães. É diretor artístico Nuno Mimoso, organista, maestro e musicólogo, diplomado pela Escola Superior de Música Sacra de Ratisbona na Alemanha. O templo quatrocentista estará engalanado para acolher visitas e liturgias solenes e louvar a sua Padroeira.

 As Jornadas englobam variada oferta cultural e religiosa: 1) Visitas Musicais: visitas guiadas de descoberta do património musical da Colegiada de Guimarães, partindo do Museu de Alberto Sampaio: 1 a 8 Dezembro, 11h e 15h; 2) Momentos Musicais: períodos de música de órgão durante a visita ao templo, com acolhimento de público no Museu de Alberto Sampaio: 1 a 8 Dezembro, das 12h às 16h; 3) Vésperas Solenes de Nossa Senhora: oração comunitária da tarde cantada com a comunidade paroquial, na Solenidade de Nossa Senhora da Conceição: 8 Dezembro, 18h. Segue-se Eucaristia Solenizada, 19h. [Infos sobre visitas e agendamento: 960 238 264]

A Igreja de Nossa Senhora da Oliveira, templo do século XV classificado Monumento Nacional, inclui no seu património integrado o grande órgão histórico, obra do organeiro vimaranense Luís António de Carvalho (1766-1839). Encomendado pela Insigne e Real Colegiada de Guimarães em 1831, ficou concluído após 10 anos. A cidade possui 12 órgãos históricos (dos quais apenas 2 estão restaurados), sendo joia da coroa o instrumento da Colegiada, maior órgão histórico do Norte de Portugal, com 2 teclados, 51 meios-registos sonoros, 2.229 tubos, dos quais 270 trombetas. Foi restaurado entre 2011-2013 pela Oficina e Escola de Organaria de Esmoriz. 

PARTILHAR IMPRIMIR
Arciprestado de Guimarães e Vizela
Contactos