Horário do Cartório

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.
 

Boletim Paroquial
Boletim 369 - II Domingo da Quaresma - Ano A - 08-03-2020
Crónica para o Domingo da Solenidade de Cristo Rei - Ano C - 20 de novembro de 2022

 

 

Solenidade Cristo Rei do Universo

Ano C

«Pedir…»

 

Cristo que és o meu Rei…
Hoje, não Te peço por pedir…
Peço-Te para que a Juventude Te anseie.
Peço-Te para que o espírito da Humanidade se mantenha jovem.
Peço-Te para conseguir acompanhar a evolução dos tempos, ao serviço de cada Batizado.
Peço-Te que sejas a Voz de Perdão que comanda os pés de quem sofre com a maldade humana.
Peço-Te que abram portas de par em par para Te acolher e para Te amar, infinitamente.
Peço-Te que a Esperança acenda a Fé, que vagueia na Alma.
Peço-Te que Te encontrem, urgentemente.
Peço-Te que vejam a Tua Luz!

No Domingo em que celebramos o encerramento do ano Litúrgico C,
onde nos despedimos do Evangelista da Misericórdia, das Parábolas,
peço a intercessão de S. Lucas para nos refrescar o rosto com o belo diálogo entre Jesus e Dimas.

Hoje, que cada um de nós seja Dimas…
Capaz de pedir a Jesus o Seu infinito olhar… A Sua Misericórdia!
Capaz de reconhecer no Homem Crucificado e Humilhado por todos, O Salvador da Humanidade inteira.
Aquele que é o Messias de Deus, o Eleito… Mas que vem e se faz homem, como eu e como tu.

É tempo de pedir…

Nesta oração de petição coloquemos o “Temor a Deus“ num patamar superior:
No “Ter Amor” a Deus, Pai e criador.
Assim, viveremos plenamente ao sabor do vento e da liberdade divina,
que a juventude tanto procura neste mundo de terra árida,
onde O Cristo plantou a Sua Palavra de Salvação.
Ainda hoje, poderemos colher os frutos dessa semente…
O fruto mais abundante será o Amor!

Onde há amor nascem gestos e aí habita [e habitará para todo o sempre] Deus.

Tu que és jovem [em Espírito e verdade]… Vem procurá-Lo!
Peço-te!

Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Nossa Senhora da Lapa
Padre Nuno Rocha | Póvoa de Varzim| 6 Out 2019
Boletim 347 - XXVII Domingo do Tempo Comum - Ano C - 06-10-2019
«Aumenta a nossa Fé»
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Baixe aqui

 

Como resposta à súplica fundamental deste dia – “Senhor, aumenta a nossa fé!” – todos gostaríamos que houvesse um armazém da fé, ou, antes, um hipermercado, onde ela estivesse ao dispor dos clientes em doses variadas, com embalagens para todos os gostos e, até, de diversas qualidades, para ser acessível a todas as bolsas. Melhor ainda, onde houvesse uma poção mágica que pronta e eficazmente produzisse esse efeito!

Só que a medida da fé é outra, porque ela é dom: não se compra, mas acolhe-se; não se aumenta ou diminui, mas põe-se a render; não se substitui, mas reanima-se e renova-se; não é dom acabado, mas cultiva-se; não impõe os tempos e critérios da intervenção divina, mas sabe esperar a ‘hora’ de Deus.

Não é sobranceira, mas também não recua diante de ninguém, nem se envergonha. É semente para germinar e crescer, mesmo em terrenos impróprios e ambientes desfavoráveis. Cultiva-se com empenho, com perseverança e com humildade.

Não se pode guardar ciosamente em cofre forte, mas espalha-se e partilha-se com os outros. E quanto mais se partilha, mais ela cresce em nós. Se quisermos possui-la só para nós próprios, tornar-nos-emos cristãos isolados, estéreis e doentes. Na verdade, a fé ou se apega ou se apaga!

Por isso, a solidez da nossa fé, a nível pessoal e comunitário, mede-se pela capacidade de a comunicar aos outros, de a irradiar ao perto e ao longe, de a viver na caridade, de a testemunhar a quantos vivem e partilham connosco os caminhos da vida.

Também não dá para reclamar vitórias e louros, pois “só fizemos o que devíamos fazer”. Com efeito, ela é o dom mais precioso que nos foi dado. Perguntemo-nos, pois, qual é a sua vitalidade em nós neste momento? Ela mede-se pela nossa fidelidade em cada dia que passa, nos atos e pensamentos, na forma como sentimos e reagimos às situações e acontecimentos, no jeito como encaramos tudo e todos.

Este mês missionário extraordinário é oportunidade e desafio que não podemos desperdiçar para tornar em nós mais intenso o brilho desta Fé, que alegre e reconhecidamente professamos, anunciamos e partilhamos!

 

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Paróquia de Nossa Senhora da Lapa
Casa Paroquial
Morada

Rua padre Manuel Marques Silva, s/n
4490-582 Póvoa de Varzim

TEL

252624200

FAX

252620975

Cartório Paroquial

Cartório Paroquial - Horários

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Visitas aos Doentes 

 

Párocos