Horário do Cartório

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.
 

Boletim Paroquial
Boletim 369 - II Domingo da Quaresma - Ano A - 08-03-2020
Crónica para o XX Domingo do Tempo Comum - Ano C - 14 de Agosto de 2022

 

 

XX Tempo Comum

Ano C

 

 «Confusão…»

Ficar com a mente confusa é sinal de embriaguez.
A sobriedade que fazemos transparecer, diariamente, faz de cada um de nós pessoas respeitadas, válidas e admiradas.
Afinal… quem escuta alguém confuso ou embriagado?

Hoje, a liturgia do 20º Domingo do Tempo Comum, do Ano C, deixa-nos confusos ao cubo…
O Filho do Homem, Deus Filho, que veio dar a Paz, afirma com toda a coragem:
«Não vim trazer a paz, mas a desunião»
O nosso coração fica estremecido, desanimado e até triste.
Todas as certezas da nossa vida caem por terra…
Nós… que somos baptizados e crentes, que somos defensores do Amor e da concórdia,
que somos Igreja firme e pedras vivas, queremos afastar tal afirmação dos lábios do Senhor Jesus.
Mas, a verdade é que o Messias não é de falinhas mansas, nem dos mornos, nem da indiferença!

É em corações confusos que o mal vence.
Não te deixes confundir. Não te deixes abalar com a verdade.
Onde há homens e mulheres, há opiniões diversas e variedade de sentimentos.
É urgente que o mundo aprenda o primeiro e único ensinamento básico dO Cristo:
O Amor! Aquele Amor que vem da Cruz… que vem da confusão de um Rei que morre, para salvar o Seu Povo!

A Fé faz de mim e de ti combatentes nesta guerra onde semeamos a Paz (e não uma vitória passageira)!
Quando no meio da desavença, das palavras duras, de uma verdade que nos penetra a carne, dos motivos que nos movem para o ódio, o mal, o pecado e muito mais;
encontramos um fogo tamanho que apenas incendeia o nosso coração…
É nesse momento doloroso que gritamos bem alto: «Senhor, socorrei-me sem demora.»
Então… aprendemos que todas as nossas preces
foram, são e serão escutadas (constantemente) pelo Deus do Amor.

A Fé quer-nos ovelhas que escutam e seguem o Mestre.
Quer-nos obedientes à sua Palavra e aos seus desígnios (que são insondáveis).
Hoje, tu fazes parte de um rebanho que quer estabelecer o Amor!
Não te desarmes… o combate irá começar e tens de estar pronto!
Que esta frase de Martin Luther King seja como um rastilho na tua vida:
“O QUE ME PREOCUPA NÃO É O GRITO DOS MAUS, MAS O SILÊNCIO DOS BONS!”

Não te embriagues! Não te percas da Fé! Não te afastes de Deus!
Deixa que o fogo do Espírito Santo acenda em ti o Amor de Jesus, para que nasçam gestos!
Dispara sentimentos bons e frases repletas de Esperança.
Lança granadas de caridade e justiça.
Projeta mísseis de Perdão e Misericórdia!

Agora, vem e luta!

 

Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Nossa Senhora da Lapa
12 Jan 2016
História da Paróquia da Lapa
História da Paróquia da Lapa
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Paróquia nova, criada por Provisão Canônica de 1935, desmembrada da paróquia da Matriz. Até 1949, ficou anexa à de S. José de Ribamar, criada no mesmo ato, tendo nessa data adquirido a total independência.

Serviu de sede à paróquia, a antiga Capela de Nossa Senhora da Lapa, fundação do séc. XVIII, onde estava sediada a Real Confraria de Nossa Senhora da Assunção, que além do culto assistia à classe piscatória, a maior parte residente na área da paróquia.

A maior festa da paróquia realiza-se em 15 de Agosto, dia litúrgico da Assunção de Nossa Senhora. Atrai forasteiros de todo o Norte do país e é, em boa parte, do encargo da Confraria que tem o seu maior rendimento na "rede da Senhora", existente em grande parte da frota pesqueira da Póvoa.

O templo tem recebido, através dos tempos, inúmeros melhoramentos, destacando-se os painéis de azulejo da Capela-Mor, desenhados pelo artista italiano Silvester Silvestri.

Na área da paróquia, situa-se a Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição (séc. XVIII) com uma pequena Capela dedicada à Padroeira de Portugal e da Póvoa de Varzim. Nesta Capela foi instruída, pela 1ª vez, a devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

PARTILHAR IMPRIMIR
Paróquia de Nossa Senhora da Lapa
Casa Paroquial
Morada

Rua padre Manuel Marques Silva, s/n
4490-582 Póvoa de Varzim

TEL

252624200

FAX

252620975

Cartório Paroquial

Cartório Paroquial - Horários

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Visitas aos Doentes 

 

Párocos