AVISO aos Pais com filhos em idade de Catequese

A catequese por grupos já retomou, nos dias e horários correspondentes a cada ano.

Boletim Paroquial
VI DOMINGO DE PÁSCOA, ANO C
Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Padim da Graça
Francisco Marcelino Monteiro Esteves | 3 Dez 2020
ELISA FERNANDES DA SILVA (100 anos do seu nascimento)
No próximo dia 4 de dezembro, comemora-se os 100 anos de nascimento da (menina) Elisa. Esta efeméride será assinalada com a Eucaristia, às 19h, na Igreja Paroquial de Padim da Graça, presidida pelo Senhor Arcebispo Primaz de Braga, Dom Jorge Ortiga.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Elisa Fernandes da Silva - Uma vida com sentido

Elisa Fernandes da Silva nasceu em Padim da Graça, em 4 de dezembro de 1920.

Era a mais nova de muitos irmãos que morreram precocemente. Ficaram apenas as quatro irmãs mais novas. 

Também os pais – primeiro o pai e logo a mãe – faleceram, deixando a pequena entregue aos cuidados de uma tia. No entanto, Elisa esteve algum tempo com a mãe no Sameiro, já que a senhora procurava os ares puros que lhe melhorassem os pulmões cansados e debilitados.

Todavia, a saúde de Elisa desde cedo que não era famosa, e obrigava a tia a restringir-lhe a brincadeira com as amigas. Passava já dos dez anos quando fez a Primeira Comunhão, adiada sucessivamente, por causa da falta de saúde.

Frequentou a igreja do Mosteiro de Tibães, filiou-se na Cruzada Eucarística das Crianças, leu os escritos de Santa Teresinha do Menino Jesus e sentiu-se fascinada com a sua doutrina.

Sonhou com a vida religiosa e, animada pelo seu tio sacerdote, chegou mesmo a fazer uma experiência, mas a saúde não permitiu aguentar a vida consagrada.

Enquanto a saúde lho permitiu, dedicou-se à catequese, arranjo de altares, canto e a outras atividades paroquiais. Algum tempo depois recolheu ao leito onde permaneceu praticamente até à morte.

«Foi uma fiel corrente que o Senhor chamou a servir a Igreja com a oração, e o sofrimento abriu no seu coração um espaço para as vocações sacerdotais», refere o cónego Fernando Sousa e Silva, redator da sua primeira biografia. «Integrou o número das pessoas que passaram pela terra sem fazer ruído e que apostaram numa vida de silêncio e na oração pelos que o Senhor chama a torná-l’O visível na Consagração do pão e do vinho, no perdão dos pecados e no anúncio da Palavra de Deus».

Depois de uma vida em que escreveu muitas notas espirituais, apagou-se no silêncio, tal como tinha vivido, a 30 de outubro de 1979.

A menina Elisa, como o povo a chamava, «procurava aproximar as pessoas do Senhor». Os muitos escritos por ela deixados e os testemunhos das pessoas que com ela conviveram, confirmam-no.

«Foi uma cristã que rezava muito pela resolução dos problemas, sobretudo pela santificação dos sacerdotes e pela conversão dos pecadores», dizia o padre Avelino Guerra Fontes, seu confessor e diretor espiritual. Aliás, dizia ele, «esta filha de Deus muito sofreu física e moralmente e tudo ofereceu pela santificação dos sacerdotes, pela conversão dos pecadores e em união com a Paixão de Jesus Cristo, em desagravo das ofensas feitas contra o mesmo Senhor». 

Elisa Fernandes Silva é apontada como «uma graça para os sacerdotes, ajudando-os com a sua oração fervorosa e aceitação da cruz da doença», garantiu o padre Avelino Guerra Fontes, deixando-nos o testemunho de que levou uma uma vida com sentido… fez o caminho de santidade!

PARTILHAR IMPRIMIR
Paróquia de Padim da Graça
Casa Paroquial
Morada

Rua da Igreja, 28
4700-670 Padim da Graça

Cartório Paroquial

O atendimento em cartório paroquial deverá ser agendado previamente com o Pároco, através de email ou telefone.

Eucaristias

Semana

4ª feira - 19h [Igreja Paroquial]

6ª feira - 19h [Igreja Paroquial]

-------------

Sábado

18h [Capela de Ns Sra do Graça]

Domingo

09h [Igreja Paroquial]

Confissões
.
Visitas aos Doentes
Visitas aos Doentes
Párocos