Boletim Paroquial
II DOMINGO DA QUARESMA
Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Padim da Graça
Francisco Marcelino Monteiro Esteves | 20 Fev 2021
Nesta Quaresma, RECOMEÇA!
Uma proposta de sentido para o Caminho Quaresmal
PARTILHAR IMPRIMIR
 

«Dá-nos Senhor, a coragem dos recomeços.

Mesmo nos dias quebrados 

faz-nos descobrir limiares límpidos.

Não nos deixes acomodar ao saber daquilo que foi: 

dá-nos largueza de coração para abraçar aquilo que é. 

Afasta-nos do repetido,

do juízo mecânico que banaliza a história, 

pois a desventra de qualquer surpresa e esperança.

Torna-nos atónitos como os seres que florescem.

Torna-nos inacabados como quem precisa 

e deseja e antecipa um amanhã.

Torna-nos confiantes 

como os que se atrevem a olhar tudo, 

e a si mesmos,

com o encanto e a disponibilidade 

de uma primeira vez.»

         José Tolentino de Mendonça

 

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode recomeçar agora e refazer o caminho.

A Quaresma é esta provocação ao coração para reconhecer que pode recomeçar! É uma oportunidade dada ao coração para não desistir, para quebrar rotinas e costumes, para se aventurar num novo normal, habitado pelo espanto surpreendente de cada dia. 

A quaresma é este tempo de voltar a levantar a cabeça, de nos erguermos das cinzas em que nos encontramos. A Quaresma traz em si este imperativo: Recomeça!

Por muito que as situações ou circunstâncias da vida nos façam perder a esperança, nós podemos retomar o caminho, podemos recomeçar tudo de novo. 

Não tenhamos medo de reconhecer que estamos sempre a recomeçar. E recomeçar pode ser a única coisa que sempre nos quer reconduzir ao essencial, que nos quer recentrar no que nos dá vida.

Para Deus nada nem ninguém está perdido.

Com efeito, podemos então afirmar que este imperativo é Deus quem o diz a cada um de nós. Em cada dia da quaresma mas sobretudo em cada domingo, Ele grita-nos de novo e diz: “Recomeça! Não tenhas medo! Não vou desistir de ti. Aqui estou com a minha mão estendida para te levantar. Aqui estou com o meu amor de Pai para que nunca te sintas desamado. Volta ao caminho! Refaz o teu caminho! Regressa a tua casa. Lá encontrarás misericórdia e perdão. Não te esqueças que és filho, que tens um pai, que tens uma família”.

A Quaresma abre-nos as portas para um caminho interior: o caminho do coração. É um caminho de regresso à vida de Deus e em Deus. É um caminho interior de conversão, de mudança, de transformação. Por vezes até pode ser doloroso e difícil. É um caminho que nos ajuda a ver-nos ao espelho, tal como somos. E diante de quem somos, descobriremos que também somos de Deus e para Deus, também somos dos outros e para os outros. Torna-se assim um caminho de caridade porque não prescinde Deus nem o nosso próximo. 

Recomeça é um imperativo de esperança e de caridade. Ele assume a cruz e conduz-nos à luz. 

Ousemos acolher este desafio. Nenhum caminho será longo demais a não ser aquele em que estacionaste. A sociedade, a Igreja, a família espera de ti um recomeço.

 

Recomeçar, por Tolentino Mendonça

“Dá-nos, Senhor, depois de todos os nossos cansaços, um verdadeiro tempo de paz. Dá-nos, depois de tantas palavras, o dom do silêncio que purifica e recria. Dá-nos, depois de tantos caminhos apressadamente eliminados pela cortina de nevoeiro da distração, a possibilidade de contemplar com disponibilidade e plenitude cada porção de realidade, inclusive as realidades que nos custam. Dá-nos a alegria, depois das insatisfações que nos travam, como uma barca que se recorta na água. Dá-nos, Senhor, a possibilidade de viver sem presa, extasiados pela surpresa que os dias trazem consigo pela mão. Dá-nos a capacidade de viver de olhos abertos, de viver intensamente. Dá-nos a humilde simplicidade dos artesãos que, preferindo a sabedoria da experiência ao aparato das teorias, reconhecem que estão sempre a recomeçar.

Permite-nos escutar a lição do cântaro na roda do oleiro; do cepo aplanado pelas mãos do carpinteiro; da massa que o padeiro pacientemente transforma em pão.

Dá-nos de novo, Senhor, a graça do canto, do assobio que imita a aérea felicidade dos pássaros, das imagens reencontradas, do riso partilhado. Dá-nos a força de impedir que as duras necessidades do viver esmaguem o desejo dentro de nós e que se dissipe a transparência dos nossos sonhos.

Faz de nós peregrinos, que no visível vislumbram a discreta insinuação do invisível.”

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Paróquia de Padim da Graça
Casa Paroquial
Morada

Rua da Igreja, 28
4700-670 Padim da Graça

Cartório Paroquial

O atendimento em cartório paroquial deverá ser agendado previamente com o Pároco, através de email ou telefone.

Eucaristias

Semana

4ª feira - 19h [Igreja Paroquial]

6ª feira - 19h [Igreja Paroquial]

-------------

Sábado

20h [Igreja Paroquial]

Domingo

09h [Igreja Paroquial]

Confissões

Sempre que desejar, não hesite contactar o pároco.

Visitas aos Doentes

Sempre que desejar, não hesite contactar o pároco.

Párocos