Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Ekdeeps | 10 Mai 2021
Holanda: máscaras biodegradáveis ​​transformam-se em flores depois de plantadas
Designer gráfica quis retribuir à Terra todos os recursos naturais que utilizou durante anos para o seu trabalho.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Marie Bee Bloom

Uma forma inovadora de deixar as abelhas felizes: máscaras 100% biodegradáveis ​​com sementes de flores, prontas a plantar! A mulher por trás da ideia, Marianne de Groot-Pons, uma designer gráfica que vive e trabalha em Utrecht, na Holanda, afirma no seu site:

“Ao longo de todos estes anos trabalhei como designer gráfica e usei tantos recursos da natureza para poder fazer os meus desenhos (principalmente papel), que quis retribuir. Durante semanas tropecei em máscaras descartáveis ​​azuis, atiradas para as ruas e calçadas. Então, acordei uma manhã com a ideia de uma máscara facial biodegradável com sementes de flores. Assim, a Terra continua feliz e as abelhas, a natureza, as pessoas também ficam felizes. Estou a vender as máscaras com o nome de Marie Bee Bloom. E o mundo vai florescer!”

Até que ponto estas máscaras realmente protegem? Elas foram verificados? Esta máscara facial protege o mesmo que as máscaras de tecido caseiras. Isto significa que podem ser usadas ​​em combinação com outra máscara para maior protecção. O material é papel de arroz e contém sementes de flores que até são visíveis. São produzidas numa pequena oficina na Holanda.

Em vez de elásticos, têm cordas macias feitas de pura lã de ovelha. As sementes de flores permanecem na máscara com uma cola especial feita de água e amido de batata. E, além de todos os outros materiais sustentáveis com os quais a máscara biodegradável é feita, até o logótipo é escrito com uma tinta sustentável especial.

Para melhores resultados, estas máscaras precisam de ser enterradas no jardim ou num vaso grande. Claro que podemos colocá-las no lixo e elas decompõem-se no aterro para o qual serão transportadas, mas muito provavelmente não terão oportunidade de se transformarem em bonitas flores.

 

Artigo publicado em Ekdeeps, a 2 de Março de 2021.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Natureza  •  Ecologia  •  Laudato Si'  •  Biodegradável  •  Pandemia  •  Covid-19  •  Holanda
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui