Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Crux | 8 Set 2021
Bispos dos EUA lançam programa para encorajar mais vida civil política
Ontem, 7 de Setembro, a Conferência dos Bispos dos EUA lançou uma nova iniciativa que visa abordar a polarização política e a divisão em todo o país.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © CNS

A iniciativa, intitulada “Civilize It: A Better Kind of Politics”, acontece através do site CivilizeIt.org, que fornece aos católicos recursos para serem construtores de pontes nas suas comunidades para aqueles que têm diferentes perspectivas políticas.

A iniciativa também pede aos católicos para fazerem uma promessa de caridade, clareza e criatividade.

A caridade é descrita no site da iniciativa como a afirmação da dignidade de cada pessoa através de palavras. Clareza inclui avaliar as próprias crenças para garantir que estão “enraizadas na verdade”, formando a consciência através da oração e sendo aberto a um processo de diálogo. A criatividade, por sua vez, é um compromisso de construir pontes e encontrar soluções criativas com aqueles que têm crenças diferentes.

“«Civilizar: Um tipo melhor de política» visa ajudar os católicos a lidarem com a divisão e a polarização na sociedade e que às vezes também se reflectem na Igreja. Tal divisão entre os fiéis compromete a capacidade da Igreja de testemunhar com eficácia a vida e a dignidade da pessoa humana na família”, disse em comunicado o arcebispo Paul Coakley de Oklahoma City, presidente do Comité de Justiça Doméstica e Desenvolvimento Humano da USCCB (Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos).

A iniciativa é inspirada na encíclica Fratelli Tutti, do Papa Francisco, que serve de base para os materiais que visam “cultivar uma cultura do encontro, enraizar perspectivas na verdade, justiça e solidariedade e procurar acções colaborativas para o bem comum”, afirma o comunicado de imprensa da USCCB.

“Na Fratelli Tutti, o Papa Francisco oferece um caminho diferente com base nos valores do Evangelho, justiça e verdade. A minha esperança é que esta iniciativa nos irá ajudar a todos, enquanto procuramos «tornar-nos vizinhos de todos», como o Santo Padre nos apela a fazer, e assumir os desafios do encontro, diálogo, procura da verdade e resolução criativa de problemas, para que todos os católicos possam trabalhar juntos para o bem comum”, continuou o arcenispo.

Os recursos para os católicos no site da iniciativa incluem uma oração por civilidade, reflexão sobre “um tipo melhor de política”, um exame de consciência e um guia sobre o que significa ter um diálogo autêntico e como abordá-lo.

Dois outros recursos vêm directamente da Fratelli Tutti e do último livro do Papa Francisco, Let Us Dream.

O primeiro recurso consiste em “5 dicas do Papa Francisco para «uma política melhor»”. As cinco dicas destacadas são: recuperar o sentimento de pertença a uma única família humana, comprometer-se a aproximar-se dos outros com amor, aprender a perceber como os caminhos da verdade podem ser manipulados, sentir-se confortável em ser um poliedro (o que Francisco usa para representar uma sociedade onde as diferenças coexistem) e identificar valores comuns baseados na verdade.

O outro recurso é um guia de reflexão para “aqueles que são sérios sobre a participação em encontros e diálogos como meios para criar «um novo tipo de política»”.

O guia encoraja os católicos a rezar primeiro e a reflectir e a ler depois a abordagem de Francisco para o encontro e o diálogo. O guia convida então os católicos a dialogar, antes de fazer uma “oração para ouvir, curar e responder”. A etapa final do guia de reflexão é passar mais tempo em oração, examinando o coração.

A USCCB adianta que a iniciativa se baseia noutra que foi levada a cabo antes das eleições de 2020. Desde então, os bispos dos EUA muitas vezes se viram no centro da política do país com Joe Biden, um católico, a ocupar a Casa Branca.

Particularmente, tem sido a postura pró-aborto de Biden a surgir com mais frequência.

Durante meses, houve apelos de prelados dos EUA para que Biden fosse impedido de comungar por causa da sua postura quanto ao aborto. Por esse motivo, alguns na assembleia de Primavera dos bispos, em Junho passado, defenderam a suspensão da redacção de um documento pastoral sobre a Eucaristia, temendo que o documento tivesse, ou pelo menos fosse percebido como tendo conotações políticas.

Muitos fora do episcopado defendem a posição de que o documento teria implicações para os políticos pró-escolha, embora a Conferência tenha esclarecido na reunião que não será dirigido a nenhum grupo, e é mais um documento de ensino para todos os católicos.

O debate em torno de políticos pró-escolha, aborto e a Eucaristia levou o presidente da USCCB, o arcebispo José Gomez, a pedir unidade na assembleia de Primavera, durante o seu discurso presidencial. O arcebispo de Los Angeles disse: “Não é realista esperar que a igreja permaneça imune às pressões da divisão. Precisamos de nos proteger contra a tentação de pensar sobre a igreja em termos simplesmente políticos”, afirmou.

A nova iniciativa é a primeira acção formal para construir unidade desde então, e muitas dioceses devem lançar uma versão local também. A nível nacional, no final do dia 7 de Setembro, mais de 150 pessoas tinham assinado o compromisso da iniciativa.

Artigo original de John Lavenberg, publicado no Crux a 8 de Setembro de 2021.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
EUA  •  Bispos  •  Política  •  Fratelli Tutti  •  Unidade
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui