Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com The Tablet | 28 Out 2021
“Evangelização pode contrariar a queda do número de vocações”
Número de padres diocesanos activos só na Arquidiocese de Tuam caiu pela metade nos últimos 25 anos, passando de 115 em 1996 para 47 actualmente.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Nove novos seminaristas iniciaram a sua formação sacerdotal para as dioceses irlandesas. Irão fazer um programa propedêutico num seminário na Irlanda ou na Espanha. Um total de 64 homens estão a estudar para o sacerdócio no seminário nacional de Maynooth.

Os números foram divulgados quando se constatou que o número de padres diocesanos activos só na Arquidiocese de Tuam caiu pela metade nos últimos 25 anos, passando de 115 em 1996 para 47 actualmente, revelou o arcebispo Michael Neary.

O quadro é espelhado por uma queda no número de seminaristas em formação para a diocese do Oeste da Irlanda, que era de 14 em 1996, e hoje é dois.

Falando numa reunião dos padres de Tuam, o arcebispo Neary, que apresentou a sua renúncia ao Papa Francisco ao completar 75 anos, destacou a “dívida” de Tuam para com muitos padres aposentados, pela sua disponibilidade para ajudarem no ministério.

D. Neary disse que a pandemia permitiu que os padres fizessem um balanço e reavaliassem a maneira como vivem a sua vocação sacerdotal.

“Descobrimos uma nova abordagem dos sacramentos”, disse, observando como o Sacramento da Confirmação havia sido celebrado sem missa e sem o arcebispo. Também houve celebrações menores e mais dignas, comunhões e cerimónias de casamento, afirmou.

Na semana passada, o padre mais jovem da arquidiocese de Tuam anunciou que estava de saída para ingressar numa fraternidade de Eucaristia em Latim. O padre Gerard Quirke, de 31 anos, que foi ordenado em 2018 e ganhou destaque durante o confinamento pela sua celebração da liturgia num altar de pedra na ilha de Achill, anunciou a sua decisão de deixar a diocese após três anos e de se tornar um postulante com a Fraternidade Sacerdotal de São Pedro.

Numa palestra para 19 sacerdotes directores vocacionais da Irlanda na semana passada, o Pe. Stephen Langridge, da diocese de Southwark, disse que a pandemia de Covid “acelerou as mudanças que já estavam a acontecer sob a superfície”.

Na sua apresentação, o Pe. Langridge disse que o ponto de partida para a promoção das vocações deve ser a redescoberta do primado da evangelização.

“Ao mesmo tempo, devemos estar atentos aos desafios de que todos temos consciência: a procura de soluções rápidas, o clericalismo, o activismo e o ser-se – como o Papa Francisco muitas vezes aponta – autorreferencial e manter as estruturas da Igreja apenas para os que já recebem os sacramentos”.

O sacerdote disse que qualquer pessoa que deseja encorajar um candidato ao sacerdócio deve trabalhar em três pontos essenciais: a construção de uma relação real com Cristo, um crescimento real na virtude e o ser guiado pela missão e com um coração que procura estender a mão aos outros.

Artigo de Sarah Mac Donald, publicado no The Tablet a 26 de Outubro de 2021.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Vocações  •  Seminários  •  Irlanda  •  Discernimento
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui