Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com The Tablet | 29 Nov 2021
Ser cristão não é fácil, mas vale a pena tentar, dizem aos jovens
Ser cristão não é um passaporte para uma vida fácil e pode até tornar as coisas mais difíceis, foi dito durante um serviço católico para jovens adultos.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Luke Potter

O padre Neil Peoples, director vocacional da diocese de Nottingham, disse num serviço na catedral que é importante não procrastinar e aproveitar ao máximo as oportunidades que surgem no caminho.

Encontrava-se a pregar no evento Light Fever, em Nottingham, realizado em homenagem à Venerável Mary Potter, que dedicou o seu ministério religioso aos moribundos de Nottingham e fundou a Little Company of Mary (Pequena Companhia de Maria) em 1877. Tinha apenas 25 anos quando começou o seu ministério.

Jovens católicos de toda a diocese ocuparam as ruas de Nottingham, convidando os transeuntes a acenderem uma vela na Catedral de Nottingham, em memória de um ente querido falecido.

Depois de uma palestra da Pequena Companhia de Maria no salão da igreja da Catedral às 11h00, o bispo de Nottingham, Patrick McKinney, celebrou a missa na catedral. Seguiu-se a adoração eucarística, liderada pelo Ministério Christus Vivit da diocese, enquanto as pessoas que se encontravam a fazer compras de Natal eram incentivadas a visitar a catedral e acender velas.

O P. Peoples disse na sua homilia: “Recebemos uma advertência severa de Cristo, de que devemos permanecer acordados e continuar a rezar, pedindo forças para enfrentar os desafios que irão surgir no nosso caminho. Como todos sabemos, ser discípulo de Cristo não significa que a vida será fácil”.

“De muitas maneiras, pode tornar as coisas ainda mais difíceis porque estamos cientes das coisas que devemos evitar e, portanto, temos mais tentações e desafios a enfrentar. É um desafio que não temos esperança de vencer, se não procurarmos a graça de Deus para nos ajudar a responder com todo o coração ao chamamanto universal à santidade”.

“É um apelo a que devemos responder todos os dias, não adiar as coisas para amanhã; e se o amanhã nunca chegar? Seremos capazes de estar confiantes diante de Deus, sabendo que aproveitamos ao máximo as oportunidades que surgiram no nosso caminho?”.

Joe Hopkins, director de formação de adultos para a missão, disse: “O último ano e meio foi difícil para muitas pessoas que sentiram que lhes foi roubada a comunidade. A diocese criou o Ministério Christus Vivit para reunir jovens adultos para terem oportunidade de orar juntos, de crescer na fé e na amizade; para fornecer comunhão num mundo onde defender os pontos de vista e os valores de ser católico não são a norma, o que pode ser um desafio para os jovens adultos”.

Mary Potter nasceu em Londres em 1847 e mais tarde convenceu-se de que Deus a estava a chamar para iniciar uma congregação religiosa, dedicada a cuidar dos enfermos e moribundos. Em 1877, o bispo Bagshawe de Nottingham convidou-a para começar a sua missão com dois companheiros usando uma fábrica de meias abandonada. Este foi o prólogo da fundação da Pequena Companhia de Maria.

Apesar da saúde debilitada, Mary Potter desenvolveu o seu ministério e viajou para Roma para visitar o Papa Leão XIII, que a convidou para abrir uma casa em Roma. Quando Mary Potter faleceu em 1913, a sua congregação tinha-se expandido até à Nova Zelândia. Foi declarada Venerável em 1988.

 

Artigo de Ruth Gledhill, publicado no The Tablet a 29 de Novembro de 2021.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Inglaterra  •  Jovens  •  Missão  •   •  Catolicismo
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui