Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Crux | 7 Fev 2022
Quarto bispo anglicano num ano a juntar-se à Igreja Católica no Reino Unido
Os outros três bispos da Igreja de Inglaterra que se tornaram católicos no ano passado são o ex-bispo de Rochester, Michael Nazir-Ali; o ex-bispo de Ebbsfleet, Jonathon Goodall; e o ex-bispo de Burnley, John Goddard.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © UK Parliament

Um quarto bispo anglicano no espaço de um ano foi recebido na Igreja Católica.

Foi confirmado pelo Church Times – um jornal independente que cobre a Igreja da Inglaterra – que o ex-bispo de Chester, Peter Forster, se tornou católico no ano passado.

Os outros três bispos da Igreja de Inglaterra que se tornaram católicos no ano passado são o ex-bispo de Rochester, Michael Nazir-Ali; o ex-bispo de Ebbsfleet, Jonathon Goodall; e o ex-bispo de Burnley, John Goddard.

Forster foi recebido na Igreja Católica na Arquidiocese de St. Andrews e Edimburgo, na Escócia, onde ele e a sua esposa agora residem.

Forster aposentou-se da Diocese de Chester em 2019, tendo sido o bispo mais antigo da Igreja de Inglaterra. Houve denúncias de que teria tratado mal uma alegação de abuso sobre um padre da diocese em 2009 e, em depoimento ao Inquérito Independente de Abuso Sexual Infantil (IICSA), admitiu que cometeu um “erro de julgamento” e que “não foi tratado adequadamente na altura.”

Enquanto bispo da Igreja de Inglaterra, Forster serviu como membro do Comité Católico Inglês Anglicano-Romano. Embora se opusesse aos esforços para legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no Reino Unido e à ordenação de clérigos homossexuais praticantes, apoiou a ordenação de mulheres, e a primeira mulher bispo da Igreja da Inglaterra veio da sua diocese.

No entanto, o Church Times disse que Forster estava preocupado com o efeito das mulheres bispos no ecumenismo.

“[Ele] notou um «desvio» nas relações ecuménicas «de uma visão de plena unidade visível para uma visão essencialmente degradada de diversidade reconciliada», noticiou o jornal.

O bispo foi um dos 26 Lordes Espirituais – bispos da Igreja da Inglaterra que servem no Parlamento – a servir na Câmara dos Lordes do Reino Unido de 2001 até à sua aposentação em 2019.

Forster também criticou a encíclica ambiental Laudato Si’ do Papa Francisco de 2015, sendo co-autor de “Encíclica Papal: Uma resposta crítica Cristã” com Bernard Donoughue, um colega do Partido Trabalhista.

O documento, publicado pela The Global Warming Policy Foundation, apelidou a encíclica de “um pouco ingénua” e alegou que, se as prescrições políticas do pontífice fossem seguidas, “serviriam apenas para aumentar a própria pobreza que procura reduzir”.

O bispo aposentado, de 71 anos, não falou sobre a sua recepção na Igreja Católica e não há informações se tentará tornar-se um padre católico.

Além dos quatro bispos da Igreja de Inglaterra, o ex-padre da Igreja de Inglaterra Gavin Ashenden também foi recebido na Igreja Católica em Dezembro de 2019. Ashenden foi ordenado bispo na Igreja Episcopal Cristã, uma denominação Anglicana separatista, em 2017.

 

Artigo de Charles Collins, publicado no Crux a 7 de Fevereiro de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Catolicismo  •  Cristianismo  •  Inglaterra  •  Bispo
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui