Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Vida Nueva Digital | 14 Jul 2022
Igreja nos Estados Unidos registou menos denúncias de abuso sexual em 2021
Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos divulgou o seu Relatório Anual sobre Abusos Sexuais por parte do Clero.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

A Secretaria para a Protecção de Crianças e Jovens da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) publicou o seu Relatório Anual 2021, com base nos resultados de uma auditoria realizada pela StoneBridge Business Partners, uma empresa de consultoria especializada na prestação de serviços por organizações líderes.

Este é o décimo nono relatório desse tipo, já que tem sido realizado desde 2002, quando os bispos norte-americanos estabeleceram e adoptaram a Carta para a Protecção de Crianças e Jovens, que estabelece um conjunto de procedimentos para lidar com denúncias de abuso sexual de menores por parte do clero católico, e em que prometiam proteger e curar as vítimas.

 

Menos denúncias

De acordo com os dados do relatório de 2021, cujo ano de auditoria é compreendido entre 1 de Julho de 2020 a 30 de Junho de 202, foram registadas 3.103 denúncias; ou seja, 1.149 a menos que as reportadas em 2020.

Esta diminuição – explica a USCCB – deve-se em grande parte à resolução de denúncias recebidas como resultado de acções judiciais, programas de compensação e “quebras”.

Das denúncias recebidas, 30 dizem respeito a menores, sendo que destas, 6 foram fundamentadas e 9 não. Mais 9 estão sob investigação e 5 não puderam ser comprovadas. Apenas uma foi encaminhada para o provincial de uma ordem religiosa.

Durante o período de auditoria, dioceses e eparquias prestaram assistência e apoio a 285 sobreviventes e respectivas famílias. Além disso, foi dado apoio contínuo a 1.737 vítimas contempladas em períodos de auditoria anteriores.

 

Resultado de um trabalho integral

O relatório destaca o trabalho contínuo da Igreja nos Estados Unidos para continuar o chamamento para garantir a segurança de crianças e adultos vulneráveis.

Em 2021, a Igreja realizou 1.964.656 verificações de antecedentes de clérigos, funcionários e voluntários. Além disso, em 2021, mais de 2 milhões de adultos e mais de 2,4 milhões de crianças e jovens receberam formação sobre como identificar os sinais de alerta de abuso e como denunciá-los.

O relatório dos bispos também destaca que, apesar das restrições sofridas pela pandemia, o trabalho realizado com o apoio da empresa de auditoria continuou, pois 70 dioceses/eparquias foram visitadas, pessoalmente ou através de tecnologia remota, e recolheram dados de outras 122. Houve, no entanto, algumas que não cumpriram com esta revisão e cujos nomes aparecem no relatório.

 

Política de tolerância zero continua

O Comité da USCCB para a Protecção de Crianças e Jovens e o Conselho Nacional de Revisão consideraram a auditoria e a aplicação contínua de políticas de tolerância zero como duas ferramentas importantes no programa da Igreja para criar uma cultura de protecção e cura que cumpra os compromissos da Carta para a Protecção das Crianças e dos Jovens.

O relatório anual completo e todos os relatórios publicados anteriormente podem ser encontrados no site da secretaria, juntamente com o texto completo da Carta para a Protecção de Crianças e Jovens, bem como informações e recursos adicionais sobre os requisitos diocesanos para a protecção de crianças e Jovens.

Artigo de Miroslava López, publicado em Vida Nueva Digital a 13 de Julho de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui