Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Crux | 19 Jul 2022
Bispos do Texas pedem reforma da imigração após mortes de migrantes em camião
Migrantes viajavam sem ar condicionado ou ventilação, em temperaturas que ultrapassavam os 100 graus.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © CNS/Sandra Sebastian, Reuters

Os bispos católicos do Texas pediram uma reforma da imigração, dizendo que é necessário evitar que o que aconteceu com 53 migrantes encontrados mortos e a morrer dentro de um camião a 27 de Junho aconteça novamente.

Lembrando outros para reflectirem sobre o incidente, concentraram-se em defender a sacralidade de cada vida.

Num vídeo do YouTube publicado a 15 de Julho, o cardeal Daniel N. DiNardo, de Galveston-Houston, o bispo Michael F. Olson, de Fort Worth e o arcebispo Gustavo García-Siller, de San Antonio, em nome da Conferência Católica dos Bispos Católicos do Texas, lembraram aos católicos para “nunca esquecerem a sacralidade de toda a vida humana à luz de tudo isto”.

DiNardo lembrou o lamento do Papa Francisco, a “cultura do descarte” contra a qual o Papa adverte, que leva a humanidade a descartar a criação de Deus, incluindo as pessoas.

“Esta perda de vida sem sentido deve chocar-nos e entristecer-nos, pois somos todos irmãos e irmãs em Cristo”, disse DiNardo no vídeo. “Não podemos ignorar os mais vulneráveis ​​entre nós que às vezes se tornam vítimas dessa cultura do descarte e procuram apenas uma vida melhor para si e para as suas famílias.”

Elogiou as almas dos homens e mulheres que morreram perto de San Antonio depois de serem contrabandeados para os EUA na parte de um camião reservada para carga, não para pessoas. Estavam a viajar sem ar condicionado ou ventilação em temperaturas que ultrapassavam os 100 graus. Não é claro quanto tempo estiveram dentro do compartimento.

As autoridades disseram que o homem identificado como motorista do camião, Homero Zamorano Jr., fugiu do local, deixando os migrantes, que incluíam menores, mortos e moribundos. Foi preso e acusado de contrabando que resultou em morte. Outros três indivíduos também foram presos em ligação com o incidente.

“A exploração dos pobres e em particular dos migrantes que fogem de situações dramáticas em busca de oportunidades e esperança é particularmente grave”, disse García-Siller no vídeo.

O abandono dessas pessoas dentro do compartimento sufocante “é um daqueles pecados que choram aos céus”, disse ele, acrescentando que é o tipo de perda que poderia ter sido evitada com leis de imigração de bom senso, que a Conferência dos Bispos Católicos dos EUA e a Conferência dos Bispos Católicos do Texas têm apoiado há décadas.

“Eles são filhos de Deus”, afirmou. “São membros da família de Deus, humanos, como todos nós, famílias com sonhos”.

Olson disse que “a relutância passada” da nação “em lidar com a imigração… levou a um sério momento de polarização e crise que ameaça a vida dos vulneráveis”.

“Esta polarização endureceu muitos corações, resultando em apatia e indiferença pelo sofrimento e exploração das mulheres e crianças vulneráveis ​​que são vítimas do tráfico de drogas e de seres humanos”, disse.

“A luz da nossa fé deve levar-nos a cuidar e a abordar as causas destas injustiças como cristãos, como americanos e como homens e mulheres de boa vontade”, acrescentou.

Artigo de Rhina Guidos, publicado no Crux a 18 de Julho de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Migrantes  •  Refugiados  •  Mortes  •  Cultura do descarte  •  EUA  •  Texas  •  Bispos
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui