Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Crux | 3 Out 2022
Diplomata do Vaticano na África Austral afirma que a pobreza ameaça a sinodalidade
D. Peter B. Wells disse que o caminho conjunto ou a sinodalidade são evidentes quando as pessoas de Deus se escutam umas às outras e ouvem o que Deus está a dizer a todas elas.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

Um diplomata do Vaticano na África Austral alertou que a privação e a pobreza entre os leigos podem obstruir a visão de sinodalidade do Papa Francisco na região, onde os desafios são generalizados.

O arcebispo Peter B. Wells, núncio apostólico na África do Sul, falou a 23 de Setembro na abertura da 13ª Assembleia do Encontro Inter-regional dos Bispos da África Austral (IMBISA) na capital da Namíbia, Windhoek.

“A principal preocupação dos menos privilegiados e pobres é como alimentar as suas famílias e sobreviver num conjunto de circunstâncias bastante desumanas”, disse o arcebispo Wells. “Pode acontecer que não sonhem ou pensem particularmente em tomar decisões para as suas comunidades eclesiásticas locais, onde o papel tradicional do clérigo ainda é sólido e decisivo”.

O diplomata disse que o caminho conjunto ou a sinodalidade são evidentes quando as pessoas de Deus se escutam umas às outras e ouvem o que Deus está a dizer a todas elas.

“A sinodalidade de toda a igreja exige que todos sejam ouvidos e possam contribuir”, afirmou.

Cerca de 120 pessoas – incluindo bispos, padres e jovens adultos – participaram no evento que decorreu entre 22 e 27 de Setembro e que reflectiu sobre o papel dos jovens na igreja. A IMBISA reúne conferências episcopais na Namíbia, Botswana, Eswatini, Lesoto, Moçambique, São Tomé e Príncipe, África do Sul e Zimbabué.

“Os jovens não são apenas o futuro da nossa sociedade e da Igreja, mas também o presente”, disse o arcebispo Liborius Ndumbukuti Nashenda de Windhoek.

Nashenda, que actua como vice-presidente da IMBISA, disse que a presença dos jovens adultos significa que já não podem ser considerados participantes passivos na vida da igreja e da sociedade.

“Eles têm o direito de contribuir para a missão da Igreja e, em particular, para o desenvolvimento da sociedade em geral. Esta assembleia… dá-nos a oportunidade de trabalhar com os jovens”, observou.

O Bispo Thomas R. Zinkula, de Davenport, Iowa, membro do Subcomité da Igreja em África da Conferência dos Bispos Católicos (USCCB) dos Estados Unidos, disse que a sua presença no encontro foi de particular importância à luz do tema. Afirmou que a USCCB estava a desenvolver e a elaborar uma nova estrutura sobre jovens adultos.

“Esperamos elaborar uma visão renovada para a implementação local de um sínodo, acompanhando e envolvendo a Igreja em relação aos jovens. Estou aqui para ajudar nos seus esforços, mas também ouvir e aprender com suas importantes deliberações”, explicou.

Ao descrever o longo envolvimento dos bispos dos EUA com as igrejas em África, Zinkula disse que os bispos dos EUA emitiram “Um Apelo Renovado à Solidariedade com África”, como seguimento da sua carta pastoral de 2001 sobre a solidariedade com o continente.

“Os bispos dos Estados Unidos estão interessados ​​em colaborar de maneira respeitosa com os seus irmãos bispos em África”, disse Zinkula.

Paróquias católicas nos EUA apoiaram um fundo de solidariedade para a África, mas o apoio dos EUA foi mais do que económico, disse o bispo.

Visitas de intercâmbio e troca de experiências e práticas pastorais “resultaram em relacionamentos fraternos duradouros que superam as meras transações transacionais, que beneficiam a Igreja de ambos os lados”, disse.

Artigo de Fredrick Nzwili, publicado no Crux a 2 de Outubro de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
África  •  Sinodalidade  •  Sínodo  •  Processo Sinodal  •  Pobreza
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui