Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Onde há amor, aí habita Deus"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
Agência ECCLESIA | 9 Nov 2022
COP27: Vaticano convida a agir antes que seja tarde demais
Cardeal Pietro Parolin discursou no Egito, falando em “oportunidade que não pode ser desperdiçada”.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

“A crise socioecológica que vivemos é um momento propício para a conversão individual e coletiva e para decisões concretas que já não podem ser adiadas. A face humana da emergência climática desafia-nos profundamente”, disse hoje o cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, discursando em Sharm el-Sheikh.
A delegação do Vaticano participa da Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP27), que decorre no Egito.
O responsável católico admitiu que a crise provocada pela Covid-19 e a guerra na Ucrânia possam “ofuscar” os esforços desta COP27.
“Não podemos permitir que isso aconteça. As mudanças climáticas não vão esperar por nós”, alertou, pedindo “solidariedade internacional e intergeracional”.
Esta é a primeira conferência do clima em que a Santa Sé participa como parte da Convenção e do Acordo de Paris.
O colaborador do Papa falou num “dever moral” de agir “para prevenir e responder aos impactos humanos, cada vez mais frequentes e severos causados pelas alterações climáticas”.
“A COP27 oferece-nos uma nova oportunidade, que não pode ser desperdiçada. É uma oportunidade e também um desafio abordar seriamente os quatro pilares do Acordo de Paris: mitigação, adaptação, financiamento e perdas e danos”, declarou D. Pietro Parolin.
A intervenção aludiu aos chamados refugiados climáticos, pedindo que os Estados se mostrem dispostos a “aumentar a disponibilidade e flexibilidade dos caminhos para a migração regular”.
O cardeal destacou que o Estado da Cidade do Vaticano está comprometido em reduzir as emissões para zero antes de 2050, “intensificando os seus esforços para melhorar a sua gestão ambiental”, e em “promover a educação para a ecologia integral”
A COP27, que decorre até 18 de novembro, reúne decisores políticos, académicos e organizações não-governamentais, com o objetivo de travar o aquecimento global do planeta, entre outras metas.
A ONG ‘Oikos’ está presente no Egito, em representação da Plataforma Portuguesa das ONGD, exigindo que da conferência “saiam resultados concretos, práticos e eficazes”.
“Estamos no meio de uma crise climática sem precedentes na história humana”, indica a organização, em comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

OC - Artigo publicado em Ecclesia a 7 de novembro de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui