Centros de Preparação para o Matrimónio (CPM)

Encontros CPM para 2020. Clique para ver.

Palavra de Vida
Palavra de Vida Novembro 2020. Clique na imagem, por favor, para aceder aos conteúdos.
Informações

Escola de Famílias, 2ª Sessão: 06/12/2020

Arquidiocese

Uma Igreja Sinodal e Samaritana

Programa Pastoral 2020/2023

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Departamento Arquidiocesano para a Pastoral Familiar
Departamento Arquidiocesano da Pastoral Familiar | 24 Mai 2019
Dia Arquidiocesano da Família em resumo
PARTILHAR IMPRIMIR
 

DIA ARQUIDIOCESANO DA FAMÍLIA:

A ARTE DE CONCILIAR “FAMÍLIA E TRABALHO”

Celebrou-se no passado dia 19 o Dia Arquidiocesano da Família, dedicado ao tema “Família e Trabalho”. Com um painel de convidados de diversas áreas, constituído por Joana Carneiro (maestrina), Rui Diniz (gestor) e Filipe Anacoreta Correia (político), moderado por Felisbela Lopes (docente de Ciências da Comunicação e comentadora da RTP), o tema foi desenvolvido com base num rico intercâmbio de ideias, testemunhos pessoais e pistas concretas para vencer o desafio de conciliar a vida familiar com uma atividade profissional exigente.

Todos os intervenientes salientaram a importância de uma relação de casal baseada no diálogo contínuo e profundo com a pessoa com quem partilham a vida e constroem o dia-a-dia de uma família numerosa, de 4 ou 5 filhos… Testemunharam o desafio, vivido com alegria e entrega, de educar e dar segurança aos filhos, seja com idades muito próximas ou bastante diferentes, ou ainda com 99% de incapacidade. Famílias com Deus presente, e em que a oração pode ser tão simples como um “Obrigado, Jesus, por…”. Famílias gratas pelos dons de Deus e pela vivência do amor matrimonial, numa caminhada de complementação mútua.

Reconhecendo a centralidade da família, os participantes clarificaram que também é importante desenvolver os talentos que Deus deu a cada um a nível profissional, seja na arte, na gestão de uma grande empresa, ou na causa pública. “Até porque o trabalho é para o bem da família.” – afirmaram. Numa rica perspetiva de complementaridade, explicaram que, ao realizar a vocação de ser pai e ser mãe, ficamos também mais felizes e mais aptos para vencer desafios profissionais!

Identificaram-se algumas chagas que afetam os jovens de hoje, como a sedução das redes sociais e dos dispositivos digitais, que facilmente criam vícios, e a violência dos conteúdos televisivos. Salientou-se a discriminação das mães, os horários alongados e a pressão excessiva em muitos locais de trabalho. Mas passos importantes têm sido dados no meio empresarial, tais como os grupos de gestores «Cristo na empresa» ou a certificação de «Empresas Familiarmente Responsáveis».

Somos católicos em todas as circunstâncias e temos que ser fermento” – afirmaram, concretizando que a música é um lugar de encontro com Deus (Joana Carneiro) e a secretária de um gestor deve ser vista como um altar (Rui Diniz). Lembrando a frase de S. Paulo VI, “a forma suprema de caridade é a política”, foram salientados os indicadores muito preocupantes sobre a família em Portugal e o âmbito geral de aplicação da Doutrina Social da Igreja (Filipe Anacoreta Correia).

Animados pelas riquíssimas intervenções do painel de convidados, foi com muita esperança e alegria que os presentes participaram na Eucaristia celebrada na Capela Imaculada, presidida por D. Jorge Ortiga. Nas palavras que dirigiu à Assembleia, D. Jorge salientou precisamente o Matrimónio como caminho de alegria e felicidade autêntica. E incentivou as famílias a darem testemunho dessa beleza para o mundo de hoje, pois são as famílias que têm essa missão!

Durante a Eucaristia, 13 casais celebraram as Bodas Matrimoniais, com a Renovação dos Votos… porque o Amor renova-se pela Graça de Cristo presente no Sacramento do Matrimónio e pela nossa decisão livre pelo cônjuge, em passos diários de acolhimento, perdão, serviço, doação e entrega. Ardia o coração de todos os que escutaram as palavras de D. Jorge, confirmando a caminhada de santidade que é a vocação matrimonial.

No Porto de Honra, que encerrou este Dia da Família, as impressões recolhidas junto dos participantes foram unânimes: Todos ficaram de coração cheio! Pois… não é o Matrimónio o Grande Sonho de Deus?   

 

Agradecimento: O Departamento Arquidiocesano da Pastoral Familiar agradece, uma vez mais, a todos os que tornaram possível este dia: Sr. Arcebispo D. Jorge Ortiga; Joana Carneiro, Rui Diniz, Filipe Anacoreta Correia e Felisbela Lopes (participantes do painel); Eleonora, Paulo Bernardes e filhos, CAUM (momentos musicais); designer Romão Figueiredo (conceção do cartaz); P. Tiago Freitas; Carla Pereira (Serviços Centrais da Arquidiocese); Cooperativa João Paulo II (Porto de Honra e almoço); Espaço Vita; Diário do Minho; GTI, Departamento de Comunicação da Arquidiocese e Rádio Sim (divulgação); fotógrafo Joaquim Simões; e todos os que aceitaram o desafio de participar neste encontro.

 

O Departamento Arquidiocesano da Pastoral Familiar

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Departamento Arquidiocesano para a Pastoral Familiar
Contactos
Morada

Rua S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

TLM

967398091

Coordenador

Rosa Maria Leite Rios da Cruz e Amândio Gonçalves Araújo da Cruz

Assistente

P.e Miguel Almeida, SJ; Diácono Fernando Luís Barroso Gonçalves (Assistente Adjunto).

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui