Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS | 7 Jun 2016
Venezuela com “graves violações dos direitos humanos”
A Venezuela sofre uma escassez de pelo menos 80% dos alimentos básicos.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Segundo a directora da Amnistia Internacional para a América, Erika Guevara, a Venezuela está a cometer “graves violações dos direitos humanos” e de “direitos fundamentais das pessoas que têm que viver com sua alimentação básica e com acesso a remédios essenciais”.

Estas declarações foram proferidas depois de se reunir com os familiares de políticos presos, na sede do Parlamento venezuelano. A responsável sublinhou que o país está a passar uma situação de grave polarização política, que não permite que o Estado cumpra as suas responsabilidades de protecção aos direitos humanos.

A activista da Amnistia Internacional informou que conversará com pessoas que se encontram nas filas, que hoje vêem os seus direitos afectados.

O objectivo da visita da Amnistia Internacional é colaborar com as autoridades, membros da sociedade civil e activistas de direitos humanos, para alcançar "uma solução pacífica" para a crise que afecta a população.

A Venezuela sofre uma escassez de pelo menos 80% dos alimentos básicos, o que obriga a população a ter que enfrentar longas filas para comprar produtos a um preço subsidiado. A inflação chegou a 180,9% em 2015, segundo o Banco Central venezuelano. O FMI prevê um aumento de preços de 700% no fim deste ano.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190