Arquidiocese

Nova Ágora 2021

5, 12 e 19 de Março

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS | 19 Fev 2021
Cruz Vermelha amplia ajuda humanitária em Moçambique
Os programas de formação sobre Direito Internacional Humanitário para portadores de armas vão também ser reforçados.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © CVP

O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) vai ampliar a ajuda humanitária em Moçambique. Para além da reabilitação de infraestruturas de saúde pública, a Cruz Vermelha irá apoiar nos tratamentos e nas necessidades domésticas.

Numa visita do CICV a Moçambique, foi estabelecido que em 2021 esta organização vai reabilitar nove Centros de Saúde Primários em Pemba, bem como apoiar hospitais também em Pemba e Montepuez, especializados no tratamento de lesões traumáticas”. Além disso, o CICV continuará a apoiar o centro de tratamento covid-19 Décimo Congresso’, reabilitado com doações de material de saúde e higiene.

Segundo a avaliação realizada no terreno por especialistas da CICV, 39 das 55 unidades de saúde em 9 distritos afectados pelo conflito não estão operacionais e 686 profissionais de saúde abandonaram o seu posto de trabalho. No final de Maio de 2020, depois de um ataque à cidade de Macomia, quase toda a população fugiu para o campo. Os equipamentos estruturais, nomeadamente a maternidade, única na cidade e que havia sido reabilitada pelo CICV após o ciclone Kenneth, em 2019, foram destruídos.

De acordo com a Cruz Vermelha Portuguesa, ficou também prevista a doação de equipamentos domésticos essenciais, sementes, ferramentas e kits de pesca para ajudar as comunidades a reconstruir as suas vidas”.

A Cruz Vermelha vai ainda procurar auxiliar as comunidades deslocadas e anfitriãs na procura dos seus entes queridos ou restabelecer contacto com os mesmos” e ainda apoiar iniciativas que contemplem condições adequadas de detenção e tratamento dos detidos”.

Os programas de formação sobre Direito Internacional Humanitário para portadores de armas vão também ser reforçados.

De acordo com Peter Mauer, presidente do CICV, o povo moçambicano enfrenta uma tripla crise humanitária com ameaças devido às alterações climáticas, à pandemia da Covid-19 e ao conflito armado”. “Continuamos ao lado de Moçambique nestes tempos difíceis e iremos aumentar o nosso apoio”, destacou o responsável.

A visita juntou Mauer a Filipe Nyusi, presidente da República de Moçambique, e foi uma ocasião para “debater a ajuda e resposta à crise humanitária na província de Cabo Delgado, no norte do país”.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190