Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
30 Jul 2023
JMJ – o encontro de Jesus Cristo com os jovens
Homilia de D. José Cordeiro na Missa de envio JMJ - Braga, 30 julho 2023
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DACS

1-A sabedoria da Esperança
A sabedoria é a arte de viver a vida e de responder à enorme sede de Bem, de Verdade e de Beleza que cada pessoa transporta no seu coração. Disso mesmo nos interpelam as leituras que escutamos neste Domingo.

Como Salomão, peçamos um coração inteligente e sejamos audazes em cada uma das nossas oportunidades, sem medo, sem comodismo, sem preguiça, de olhos postos em Maria que nos mostra que é agora que nos temos que pôr a mexer, é agora que Jesus nos chama a, de olhos no passado, caminhando para o futuro, construir uma sociedade nova, a civilização do Amor, à imagem e semelhança do próprio Jesus, como construtores do reino de Deus

O Reino de Deus é o objetivo da vinda de Jesus. Andamos semanas com Jesus a usar as imagens mais improváveis para aproximar o Reino de nós, ou nós do Reino. As três parábolas do tesouro, da pérola e da rede dirigem-se, antes de mais, aos discípulos de Jesus. A esperança é um tesouro raro e frágil. Temos necessidade de uma grande reserva de esperança e precisamos de uma enorme mobilização afetiva orante de todo o povo de Deus.

Quase sempre me ocorreu um desconforto nesta página do Evangelho. Bastava que Jesus dissesse: o Reino de Deus é.… dizia assim tudo tão direitinho, sem curvas de interpretação, nem cansaços ao pensamento. Será o objetivo de Jesus complicar? ... o reino de Deus é semelhante...

Com o tempo fui percebendo que a procura da semelhança faz-me correr, buscar apressadamente.  Mas afinal procurar a semelhança talvez implique pensar o que não me torna semelhante.

 
2-JMJ – o encontro de Jesus Cristo com os jovens
 
Jesus Cristo ama-te! Ele é a grande surpresa da vida que transforma o coração. O nosso querido Papa Francisco lembra: «a fé ou é encontro com Ele vivo, ou não é».

A gratuidade fraterna é manifestada na hospitalidade da vida, em tantos abraços abençoados, destes dias da grande festa da fé na peregrinação universal dos jovens a Portugal para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa. Aqui em Braga recordamos as expressões inesquecíveis: eu vou... e tu? estou contigo; juntos, em caminho; saltamos apressadamente para a JMJ; o berço da nação acolhe com o coração; aqui plantamos o futuro; acolher com amor; esperamos por ti, aquicomo Maria acolhemos-vos com simplicidade e alegria... o nosso coração é de ouro.

Muito e muito obrigado ao Presbitério, a todo o Povo santo de Deus, às autoridades, às Instituições, ao COD (Comité organizador diocesano) e a cada um dos 14 COA (Comité organizador arciprestal), aos movimentos e grupos pelo imenso e inestimável trabalho e testemunho da Igreja viva presente em terras bracarenses.

O jovem venerável Bernardo Vasconcelos, patrono bracarense para a JMJ, escreveu: «há tantos motivos de alegria, tantos! Um bom cristão não tem o direito de se dar à tristeza. É a grande alegria da nossa filiação divina. (...) Dilata o teu coração ... e, sobretudo, no meio da inconstância do mundo, fixa-O em Deus». Sim, na loucura da Cruz alargamos o horizonte da Esperança!

Eis um Upgrade: uma atualização do sistema. Erros que são corrigidos neste caminho de busca. O Reino que um dia procuramos viver em Deus, face a face, Jesus o trouxe até nós desafiando nos a construir esse mesmo Reino. Certamente, somos, todos os dias, desafiados a sermos construtores do Reino de Deus. Daí a provocação de Jesus que de modo diário nos encoraja a fazer: a parte que construí hoje, assemelha-se ao Reino de Deus em quê? 

A arte de sonhar é essencial para todo o ser humano, mas é na juventude que os sonhos têm maior força, porque projetam desejos, vontades, e vão ao encontro das necessidades mais profundas de cada um. O Senhor nosso Deus também quer entrar nos nossos/vossos sonhos, na essência de cada um, e despertar em nós a sede de sabedoria, de saber escolher a cada momento o melhor, aquilo que nos faz Mais pessoa, Mais humano, Mais irmão, Mais ao jeito de Jesus.
 
3-O fantástico tesouro do encontro

Nestes dias experimentamos o tesouro do encontro de Jesus Cristo connosco, e o nosso encontro com Ele, com os outros, com o mundo, com a casa comum nestas terras bracarenses. Como foi belo o encontro: com os idosos, com os doentes, com as pessoas deficientes, com as famílias, com as paróquias, com as instituições, com o admirável património cultural e espiritual.

Braga é conhecida por ser a cidade e a região mais jovem de Portugal. Onde há jovens tem de haver muitos sonhos e inúmeras irreverências. Caminhamos juntos no dinamismo eclesial da JMJ, para construir uma Igreja de portas escancaradas para todos e um mundo melhor. Estamos juntos, caríssimos Jovens!

A JMJ é uma experiência única e irrepetível nas nossas vidas: uma oportunidade para olharmos juntos o futuro da Igreja e do Mundo num espírito de fraternidade. Como dizia o nosso Poeta Fernando Pessoa: «eu sou do tamanho do que vejo./E não do tamanho da minha altura».

Muitos de vós já realizaram uma longa peregrinação para estar aqui, e agora vão continuar o caminho, apressadamente, para Lisboa, para a grande festa da fé. Naterça-feira recebi jovens peregrinos de Moçambique, entre os quais estão o David e a Esménia, que são da Paróquia de Santa Cecília de Ócua, Diocese de Pemba, juntamente com outros quatro jovens da mesma Diocese, lá em Cabo Delgado. A vossa alegria é contagiante.

O antes, o durante e o depois da JMJ são etapas marcantes do caminho sinodal da Igreja. Por isso, vamos partir com este desejo: querer um coração desperto e inteligente, capaz de discernir, capaz de distinguir o bem do mal. 

Só um jovem com os sentidos afinados é capaz de encontrar o seu tesouro escondido, a sua pérola preciosa e lutar por aquilo em que acredita. É importante nunca esquecer que Deus vai propondo, abrindo oportunidades, como esta JMJ, na qual só um coração atento pode ver, ouvir e sentir mais além. 

Juntos estamos a caminho de Lisboa e “não mais deixaremos de amar”.

José Manuel Cordeiro,
Arcebispo Metropolita de Braga

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
JMJ
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190