Arquidiocese

Beato Bartolomeu dos Mártires já é Santo
[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
14 Jul 2019
Movimento Eclesiástico
Nomeações para o ano pastoral de 2019+20
PARTILHAR IMPRIMIR
 

“Cristo, nossa esperança, está vivo e é a mais formosa juventude deste mundo” (C.V. 1). Com estas palavras, o Papa Francisco inicia a sua Exortação Apostólica Pós-Sinodal Christus Vivit

Encontramos neste pensamento o essencial da espiritualidade cristã. Uma afirmação doutrinal que, em simultâneo, desafia o quotidiano dos cristãos e revela a missão da Igreja. Ela testemunha o quanto o rosto de Cristo está vivo e todas as suas actividades se orientam neste sentido.

Em Ano Missionário, importa recentrar a missão da Igreja no essencial. Vive para um anúncio explícito de Cristo e todas as suas estruturas existem por causa deste objectivo. Também o Movimento Eclesiástico deverá permitir que as mudanças intensifiquem uma renovação pastoral que aposta na evangelização alegre e focada no que permanece. A nossa força nasce, por um lado, de uma sólida tradição. Mas, ao mesmo tempo, sabemos da necessidade de olhar em frente e de nos abrirmos a novos desafios. Neste sentido, as mudanças de párocos favorecem a renovação a que o Espírito nos impele nos tempos actuais.

O Ano Missionário é ainda uma oportunidade para tomarmos consciência da missão dos sacerdotes e dos leigos. Todos reconhecem que os sacerdotes começam a escassear. Muitos se interrogam sobre o futuro da coordenação pastoral das paróquias. Certo é que o Concílio Vaticano II sublinhou a dignidade e a responsabilidade de todo o Povo de Deus. Os leigos não são meros colaboradores dos sacerdotes. Compete-lhes uma missão específica que necessita de ser explicitada em todas as comunidades e assumida com encanto e paixão.

É chegada a hora de um compromisso efectivo de todos. As comunidades paroquiais devem compreender que não podemos continuar com os mesmos esquemas pastorais. Louvo e agradeço o trabalho apostólico de muitos leigos. Muitos outros devem seguir os seus passos. Por parte dos sacerdotes, importa que reconheçam as capacidades dos leigos e acreditem que devemos ser efectivamente comunidades missionárias, onde cada um faz, apenas e só, o que lhe compete numa eclesiologia renovada. 

Para os sacerdotes, todos mas particularmente os que aceitaram as mudanças, vai o meu reconhecimento e gratidão. Sei quanto é belo e desafiante ser padre hoje. Mas, não ignoro as dificuldades vindas de dentro e de fora das comunidades.

Procurando corresponder às necessidades efectivas das nossas paróquias e demais serviços arquidiocesanos, e no intuito de promover uma maior consciência missionária, procedemos a algumas nomeações.

Que Santa Maria de Braga nos ajude a testemunhar Cristo Vivo, nas pessoas e nas comunidades, e que S. Bartolomeu dos Mártires nos conceda o gosto pela renovação eclesial, sendo capazes de apostar no essencial e fazendo-o com a alegria típica dos verdadeiros discípulos de Cristo.

 

– Pe. Avelino dos Santos Mendes, dispensado da paroquialidade de Divino Salvador de Amares e Sta. Maria de Ferreiros, arciprestado de Amares, e nomeado pároco de Divino Salvador de Joane, arciprestado de Vila Nova de Famalicão;

– Pe. Manuel de Sousa e Silva, dispensado, por razões de saúde e idade, da paroquialidade de Divino Salvador de Joane, arciprestado de Vila Nova de Famalicão;

– Pe. Serafim de Sousa Fernandes, dispensado da paroquialidade de Sta. Maria de Caires, Sta. Maria de Torre, S. Pedro de Portela e S. Vicente de Bico, arciprestado de Amares, e nomeado pároco de Divino Salvador de Amares e Sta. Maria de Ferreiros, do mesmo arciprestado, assim como Capelão da Santa Casa da Misericórdia de Amares;

– Pe. Vítor Hugo da Silva Gonçalves, nomeado pároco de S. Miguel de Fiscal, S. Tomé de Proselo e S. Martinho de Carrazedo, arciprestado de Amares, morando na residência paroquial de Amares;

– Pe. Dex-Steve Goyéko, dispensado da paroquialidade de S. Martinho de Carrazedo, S. Tomé de Proselo e S. Miguel de Fiscal, arciprestado de Amares, e nomeado pároco de Sta. Maria de Caires, Sta. Maria de Torre e S. Pedro de Portela, continuando pároco de S. Paio de Besteiros, do mesmo arciprestado;

– Pe. Nuno Edgar Vieira Oliveira, nomeado pároco de S. Vicente de Bico, arciprestado de Amares, em acumulação com a paroquialidade de S. Martinho de Lago, S. Pedro de Barreiros e Sto. André de Rendufe, do mesmo arciprestado;

– Pe. Albino de Azevedo Faria, dispensado da paroquialidade de S. Julião da Silva, Sta. Maria de Abade de Neiva e S. João Baptista de Vila Boa, arciprestado de Barcelos, e nomeado pároco de Sta. Marinha de Alheira, S. Pedro de Alvito e Sta. Maria de Igreja Nova, do mesmo arciprestado;

– Pe. Rúben João Faria da Cruz, dispensado de Administrador Paroquial de Sta. Marinha de Alheira, S. Pedro de Alvito e Sta. Maria de Igreja Nova, arciprestado de Barcelos, assim como da colaboração no Departamento Arquidiocesano para a Pastoral das Vocações, continuando como membro da Equipa Formadora do Seminário de N. Sra. da Conceição e com os outros encargos que lhe estão confiados;

– Pe. Fernando Jorge Brandão Carneiro, nomeado pároco de S. Julião da Silva, Sta. Maria de Abade de Neiva e S. João Baptista de Vila Boa, arciprestado de Barcelos;

– Mons. Abílio Fernando Alves Cardoso, autorizado a fazer uma experiência missionária, por cerca de três meses, na paróquia de Santa Cecília de Ocua, Diocese de Pemba, Moçambique. Os seus actuais encargos pastorais serão assegurados pela colaboração do Pe. José Figueiredo do Vale Novais e do Pe. Eduardo Miranda, C.E.S;

– Pe. José Tiago Martins Varanda, nomeado para prestar acolhimento e serviço de confissões no âmbito da pastoral da cidade de Braga, sob a orientação do Cón. Manuel Joaquim Fernandes da Costa, celebrando na Sé Catedral, e assistente do Departamento Arquidiocesano de Educação Cristã de Adultos, assim como do Departamento Arquidiocesano para a Pastoral das Pessoas com Deficiência;

– Cón. Manuel Azevedo Tinoco, dispensado, a seu pedido e por razões de idade, da Capelania da Basílica do Bom Jesus do Monte e de Presidente do Lar D. Pedro V e Delegado Diocesano da mesma instituição, continuando com a Coordenação da Pastoral dos Santuários;

– Cón. João Paulo Coelho Alves, dispensado da paroquialidade de S. Vicente, arciprestado de Braga, e nomeado Capelão da Basílica do Bom Jesus do Monte, assim como Presidente do Lar D. Pedro V, na qualidade de Delegado Diocesano, sem prejuízo dos outros encargos pastorais que lhe estão confiados;

– Pe. Rui Manuel Gomes de Sousa, dispensado de membro da Equipa Formadora do Seminário de N. Sra. da Conceição e de assistente do Departamento Arquidiocesano para a Formação e Ministérios Laicais e nomeado pároco de S. Vicente, arciprestado de Braga, e Director do Departamento Arquidiocesano para a Liturgia, continuando a integrar a equipa de Pré-Seminário Jovem;

– Pe. Daniel Cardoso Pereira, dispensado da paroquialidade S. Martinho de Arco de Baúlhe, S. Tiago de Faia e Sto. André de Vila Nune, arciprestado de Cabeceiras de Basto, e autorizado a prestar serviço na paróquia de Santa Cecília de Ocua, Diocese de Pemba, Moçambique;

– Mons. José Augusto Gomes Ribeiro, dispensado da paroquialidade in solidum de S. Martinho de Gondiães e S. Lourenço de Vilar de Cunhas, arciprestado de Cabeceiras de Basto, continuando com a paroquialidade de Sto. André de Riodouro, S. Jorge de Abadim e S. João Baptista de Cavez, do mesmo arciprestado;

– Pe. Rui Filipe Marques Araújo, dispensado da paroquialidade in solidum de Sto. André de Riodouro, S. Jorge de Abadim e S. João Baptista de Cavez, arciprestado de Cabeceiras de Basto, e nomeado pároco de S. Martinho de Arco de Baúlhe, Sto. André de Vila Nune, S. Tiago de Faia, S. Martinho de Gondiães e S. Lourenço de Vilar de Cunhas, do mesmo arciprestado.

– Pe. Vitorino Capusso, dispensado da paroquialidade in solidum de Sta. Cristina de Longos e de Divino Salvador de Balazar, arciprestado de Guimarães e Vizela, regressando à sua diocese em Angola;

– Pe. Abel Braga Arantes de Faria, dispensado da paroquialidade in solidum de Sta. Cristina de Longos, arciprestado de Guimarães e Vizela, continuando com a paroquialidade de S. Martinho de Sande, S. Lourenço de Sande e Divino Salvador de Balazar, do mesmo arciprestado;

– Pe. Albano de Sousa Nogueira, nomeado pároco de Sta. Cristina de Longos, S. Cláudio de Barco e Sta. Maria de Souto e Divino Salvador de Souto, arciprestado de Guimarães e Vizela;

– Pe. João Ribeiro, dispensado, a seu pedido e por razões de idade e de saúde, da paroquialidade de Sta. Maria de Souto e Divino Salvador de Souto, arciprestado de Guimarães e Vizela;

– Pe. José Agostinho da Costa Ribeiro, dispensado da paroquialidade in solidum de S. Cláudio de Barco, arciprestado de Guimarães e Vizela, continuando com a paroquialidade de São Tomé de Caldelas, do mesmo arciprestado;

– Pe. Manuel António Pinheiro Faria, dispensado da paroquialidade in solidum de S. Cláudio de Barco, arciprestado de Guimarães e Vizela, continuando com a paroquialidade de Sta. Eufémia de Prazins, Sto. Tirso de Prazins e Sta. Maria de Corvite, do mesmo arciprestado;

– Mons. José Maria Lima de Carvalho, dispensado, a seu pedido e por razões de saúde e idade, da paroquialidade de Nossa Senhora da Oliveira, arciprestado de Guimarães e Vizela;

– Pe. Paulino Alfredo de Oliveira Carvalho, depois de dois anos na paróquia de Sta. Cecília de Ocua, Diocese de Pemba, nomeado pároco de Nossa Senhora da Oliveira, arciprestado de Guimarães e Vizela;

– Pe. Manuel Ribeiro Alves, dispensado da paroquialidade de S. João Baptista de Penselo, arciprestado de Guimarães e Vizela, continuando com a paroquialidade de S. Pedro de Azurém e Capelão da Santa Casa da Misericórdia, do mesmo arciprestado;

 – Pe. Miguel Augusto Freitas Teixeira, dispensado da colaboração na paróquia de N. Sra. da Oliveira, arciprestado de Guimarães e Vizela, e nomeado pároco de São João Baptista de Penselo, do mesmo arciprestado, continuando com a paroquialidade de Sta. Eulália de Fermentões, do mesmo arciprestado;

– Pe. Artur Jorge Ramalho Rocha Gonçalves, dispensado da paroquialidade de Sta. Eulália de Loureira, arciprestado de Vila Verde, para prosseguir os trabalhos de elaboração da tese de doutoramento, continuando como pároco de S. Paio de Vila Verde, do mesmo arciprestado;

– Pe. Francisco José Ribeiro Rebelo, Ssp, nomeado pároco de Sta. Eulália de Loureira, arciprestado de Vila Verde, em acumulação com a Capelania do Santuário de Nossa Senhora do Alívio;

– Pe. Francisco da Costa e Silva, dispensado, a seu pedido e por razões de idade e de saúde, da paroquialidade de Divino Salvador de Portela das Cabras, arciprestado de Vila Verde; 

– Pe. Domingos Alberto Pinheiro Mendes, dispensado da paroquialidade de S. Martinho de Travassós, arciprestado de Vila Verde, e nomeado pároco de Divino Salvador de Portela das Cabras, do mesmo arciprestado, continuando com a paroquialidade de Sta. Marinha de Nevogilde, Sta. Maria de Doçãos, S. Miguel de Carreiras e S. Tiago de Carreiras, do mesmo arciprestado;

– Pe. Angelino Tchindombe Kamati, nomeado pároco de S. Martinho de Travassós, arciprestado de Vila Verde, em acumulação com S. Mamede de Gondiães, Divino Salvador de Parada e Barbudo e Sta. Maria de Mós, do mesmo arciprestado;

– Pe. João Paulo Brito da Costa, nomeado Assistente da Comissão Arquidiocesana “Justiça e Paz”;

– António Joaquim Galvão e Maria Manuela Nunes Machado Moreira Galvão, dispensados, com a gratidão da Arquidiocese, da Coordenação do Departamento Arquidiocesano de Formação de Adultos;

– Maria de Nazaré Oliveira Dantas, nomeada coordenadora do Departamento Arquidiocesano de Formação de Adultos;

– Patrícia Maria Sangreman Dias Osório Gonçalves, nomeada Coordenadora-adjunta do Departamento Arquidiocesano de Educação Cristã de Adultos;

– Sara Isabel Poças Fernandes da Silva, nomeada coordenadora do Departamento Arquidiocesano para as Missões, substituindo o Pe. Jorge Filipe Vilaça Barbosa;

– Diác. Manuel José Sousa Torre, enviado a realizar o estágio pastoral na paróquia de S. Miguel de Vizela, arciprestado de Guimarães e Vizela;

– Diác. José Miguel da Silva Neto, enviado a realizar o estágio pastoral na paróquia de Sta. Eulália de Balasar, arciprestado de Vila do Conde/Póvoa de Varzim;

– Diác. João Carlos Machado Castro, enviado a realizar o estágio pastoral na paróquia de S. João Baptista de Vila do Conde, arciprestado de Vila do Conde/Póvoa de Varzim;

– Diác. Pedro Miguel Mendes de Sousa, enviado a realizar o estágio pastoral nas paróquias de Sto. Adrião de Vila Nova de Famalicão e S. Martinho de Brufe, arciprestado de Vila Nova de Famalicão.

 

Braga, 14 de Julho de 2019,

† Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190