Arquidiocese

Uma Igreja Sinodal e Samaritana

Programa Pastoral 2020/2023

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
D. Jorge Ferreira da Costa Ortiga | 6 Jun 2005
Encerramento do Ano Eucarístico
PARTILHAR IMPRIMIR
[O Senhor Arcebispo Primaz anuncia, durante o Conselho Presbiteral, o Encerramento do Ano Eucarístico e convida as Confrarias do Santíssimo Sacramento a revitalizarem-se] Encerramento do Ano Eucarístico Balasar, 22 de Outubro de 2005 A vivência do Ano Eucarístico foi estimulada pelos objectivos que o Santo Padre propôs de intensificar uma “cultura eucarística” que se expressa, dum modo particular, numa maior consciencialização da presença real de Cristo geradora de comportamentos eucarísticos no quotidiano dos cristãos e das comunidades. A celebração das Eucaristias e os momentos de adoração exigem um cuidado pastoral para que permaneçam marcas deste Ano. Neste tempo de indiferentismo necessitamos de referenciar vidas e de estruturas com capacidade para “promover esta vivência da Eucaristia”. Não faltam modelos e necessitamos de dar conteúdos às realidades existentes nas paróquias e que correm o risco de esvaziar a sua razão de ser. Ultimamente, a Arquidiocese de Braga pode saborear a graça do reconhecimento da santidade da Beata Alexandrina que, no seu peregrinar terreno, foi uma “alma eucarística”. No dia 13 de Outubro ocorre o cinquentenário da sua morte e queremos recordar a sua vida, acolhendo o seu testamento espiritual. Sabemos, também, que as paróquias deveriam possuir uma Confraria do Santíssimo Sacramento. A alteração dos seus estatutos deu-lhes oportunidade para consignar nas suas finalidades a promoção do culto eucarístico. Como associações de fiéis não podem contentar-se com os sufrágios, funerais ou festas. Importa um compromisso para a revitalização das eucaristias dominicais e um empenho na coordenação dos momentos de adoração. Perante esta duas realidades, determino que o Encerramento do Ano Eucarístico aconteça em Balasar, no dia 22 de Outubro. Haverá um colóquio da parte da manhã e uma eucaristia campal seguida de procissão da parte da tarde. Ao situar aí o encerramento, estamos a celebrar condignamente o cinquentenário da morte da Beata Alexandrina. Convido, também, todas as Confrarias do Santíssimo Sacramento, com os seus estandartes, a participar na Eucaristia e na Procissão. Com estas comemorações não pretendemos, somente, um encontro de multidões. Espera-se que as Confrarias, participando, aceitem o desafio de reflectir sobre o verdadeiro culto eucarístico de modo que as paróquias, como comunidades de crentes, experimentem a alegria da presença do Ressuscitado. A corresponsabilidade e uma conveniente preparação das celebrações permitirão que a Eucaristia seja o centro da vida comunitária e fonte dum cristianismo comprometido. Assim a Beata Alexandrina nos ajude a alcançar estes objectivos. Sameiro, 06/06/2005. D. Jorge Ferreira da Costa Ortiga, Arcebispo Primaz
PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190