Arquidiocese

Horários

Catequese Digital

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS com Agência Ecclesia | 4 Set 2019
Papa Francisco começa quarta viagem ao continente africano
A viagem a Moçambique, a convite das autoridades políticas e da Conferência Episcopal, tem o lema “Esperança. Paz. Reconciliação”, centrando-se na área de Maputo.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Andrew Medichini/AP

O Papa Francisco iniciou ontem a sua quarta viagem a África, com passagens por Moçambique, Madagáscar e Maurícia, num programa marcado pela atenção aos mais pobres e aos conflitos.

A viagem a Moçambique, a convite das autoridades políticas e da Conferência Episcopal, tem o lema Esperança. Paz. Reconciliação, centrando-se na área de Maputo.

“Que o Deus e Pai de todos consolide a reconciliação, reconciliação fraterna em Moçambique e na África inteira, única esperança para uma paz firme e duradoura”, deseja Francisco, numa intervenção, em vídeo, divulgada pelo Vaticano.

A 1 de Agosto, o presidente moçambicano, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Ossufo Momade, assinaram um acordo de cessação das hostilidades, para o fim formal dos confrontos entre as forças governamentais e o braço armado do principal partido da oposição.

O Papa dirige-se ao “querido povo de Moçambique”, sublinhando que, apesar de não se deslocar a outras cidades além da capital, deseja dirigir-se a toda a população, em particular os que vivem momentos mais difíceis.

“O meu coração alcança e abraça a todos vós, com um lugar especial para quantos vivem atribulados. Desde já vos queria deixar esta certeza: estais todos na minha oração. Anseio pelo momento de vos encontrar”, refere.

O programa oficial começa na manhã desta Quinta-Feira com a visita ao Palácio da Ponta Vermelha para um encontro com o presidente moçambicano, Filipe Nyusi, seguindo-se a primeira das cinco intervenções pontifícias programadas, um discurso a representantes da sociedade civil e do corpo diplomático.

Ainda hoje Francisco preside a um encontro inter-religioso de jovens, no Pavilhão de Maxaquene. À tarde, o Papa encontra-se com membros do clero, de institutos religiosos católicos, animadores e catequistas na Catedral da Imaculada Conceição.

A agenda de 6 de Setembro começa com uma visita ao hospital do Zimpeto, onde o pontífice fará uma saudação. O momento de encerramento da viagem é a Missa no Estádio do Zimpeto, inaugurado em 2011. Francisco parte depois do aeroporto de Maputo, rumo a Antananarivo (Madagáscar), visitando ainda o território malgaxe e a Maurícia até 10 de Setembro.

Em Madagáscar, um dos países mais pobres do mundo, Francisco vai encontrar-se com sobreviventes de uma epidemia de sarampo que, de Abril de 2018 a Abril de 2019, causou 1200 mortes.

Já na Maurícia, no Oceano Índico, a atenção irá para o diálogo entre culturas: “Será para mim uma alegria anunciar o Evangelho no meio do vosso povo, que se distingue por ter sido formado a partir do encontro de diferentes etnias e que, portanto, goza da riqueza de várias tradições culturais e também religiosas”.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Francisco  •  Moçambique  •  Madagáscar  •  Maurícia
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190