Arquidiocese

Horários

Catequese Digital

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS | 2 Abr 2020
Creche e Ensino Pré-Escolar via internet
Taxa de adesão da Creche do Centro Social Paroquial de São Vicente e o Patronato Nossa Senhora da Luz a novas práticas ronda os 80%
PARTILHAR IMPRIMIR
 

A Creche do Centro Social Paroquial de São Vicente e o Patronato Nossa Senhora da Luz há três semanas que tentam minimizar o impacto do novo coronavírus no crescimento e vida escolar das suas crianças/utentes através de acompanhamento online. 

“Este era um problema diferente de todos os outros. De férias, a criança sai para brincar, vai passear com os pais ou com os avós ou ainda com outro familiar. Fruto das circunstâncias, neste momento, têm de ficar em casa. É demasiado tempo para uma criança e para os tutores. Não só por questões de confinamento, mas também porque é interrompido um momento de aprendizagem, que nestas idades simplesmente deve ser evitado de todo. Por dedicação e amor às crianças, tínhamos de estar presentes, ao lado delas e das famílias, num momento tão duro para todos. Estar presente era para nós essencial, é a nossa missão enquanto instituição”, afirmou uma das educadoras.

Desta forma passaram a ser feitas videochamadas em grupo, por sala de ensino. Para cada sala foi criado um endereço eletrónico e para cada tutor foi enviado um email único e personalizado. Através da correspondência eletrónica os tutores foram informados da iniciativa e receberam manuais de instruções para instalação de diversas ferramentas tecnológicas.

Dois dias após a interrupção forçada, já se encontrava tudo operacional por parte das várias valências de ensino e salas educativas. 

Na Creche do Centro Social de São Vicente, com cerca de 80 crianças, desde berçário até aos 2 anos, a taxa de adesão ronda os 85%. Por sua vez, no Patronato Nossa Senhora da Luz, com cerca de 155 crianças, nas suas diversas valências, desde o pré-escolar até ao CATL, a adesão encontra-se perto dos 80%.

“Recebemos relatos de pais cujos filhos, com apenas 2 anos, ao acordar, os levam para o computador, querem ver os colegas e a educadora. As reuniões em grupo através da internet estão a servir para muito mais do que a educação da criança, servem de união entre famílias, partilha de dúvidas e anseios, os pais participam activamente no crescimento e aprendizagem não só dos seus filhos, como também no das outras crianças que são os «coleguinhas» dos filhos. A alegria é total. As crianças querem mostrar e partilhar com todos os animais domésticos que têm lá em casa. Nós, enquanto educadoras e pais também, na maioria dos casos, abrimos a nossa casa e a nossa família. No momento difícil que estamos a viver, as crianças sorriem todos os dias e fazem-nos acreditar de que tudo vai melhorar em breve”, refere a mesma fonte da instituição.

Os trabalhos pedagógicos são enviados todos os dias e as crianças, através dos pais, respondem com os trabalhos efetuados. A par disto, são enviados vídeos, jogos interativos e procedimentos novos a adotar, não esquecendo a preocupação com a inserção e prova dos alimentos, própria das idades das crianças. O objectivo é tentar manter ao máximo a normalidade dos dias, mantendo também o crescimento saudável da criança.

Aos pais do berçário foi fornecido um endereço de correio electrónico e um número de telefone. Do outro lado, estão as educadoras, acompanhando passo por passo, ajudando nas dúvidas naturais de quem tem uma criança com 6 meses para tratar e enviando informação para novos estímulos e procedimentos de crescimento.

“Os pais são sensíveis. Sabem que nós também nos estamos a adaptar e, como eles, também temos filhos e família. Partilhamos todos o mesmo objectivo, que é o de fazer com que a tempestade em que nós adultos vivemos, não interfira com a Primavera em que as crianças vivem”, testemunha a educadora.

 
PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190