Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS | 29 Nov 2021
Jornadas do Órgão Histórico da Oliveira estão de volta
A iniciativa assinala o 8.º aniversário do restauro do órgão da Igreja da Oliveira, na efeméride litúrgica da solenidade da Conceição Imaculada de Nossa Senhora
PARTILHAR IMPRIMIR
 

O maior órgão histórico do norte de Portugal, o órgão de tubos da igreja da Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, em Guimarães, será o centro das atenções de 1 a 8 de Dezembro, dias das Jornadas do Órgão Histórico da Oliveira.

Durante os sete dias desta segunda edição do evento – com direcção artística de Nuno Mimoso, músico sacro, organista, docente e investigador, diplomado pela Escola Superior de Música Sacra de Ratisbona na Alemanha – vai ser possível assistir a concertos de música sacra, participar em visitas guiadas, missas solenizadas com órgão e meditações musicais.

As jornadas contam com visitas guiadas todos os dias, às 10h30 e às 14h30, ao património musical da Colegiada de Guimarães, começando pelo Museu Alberto Sampaio. Há também, todos os dias, às 12 horas e durante 20 minutos, meditações acompanhadas de música de órgão, estando ainda previstas liturgias solenizadas com órgão, nas missas diárias às 19h e missa da Solenidade da Imaculada Conceição, no dia 8, às 12 horas.

Nos dias 5 e 8 de Dezembro, às 16 horas, serão promovidos concertos pedagógicos de órgão, dirigidos pelo director artístico e organista Nuno Mimoso e com a participação do Grupo Vilancico, coro polifónico misto a capella da Sociedade Musical de Guimarães.

As Jornadas do Órgão Histórico da Oliveira resultam de uma parceria entre a Paróquia de Nossa Senhora da Oliveira, a Sociedade Musical de Guimarães e o Museu Alberto Sampaio, contando o apoio do Município de Guimarães.

A iniciativa assinala o 8.º aniversário do restauro do órgão da Igreja da Oliveira, na efeméride litúrgica da solenidade da Conceição Imaculada de Nossa Senhora. Recuperado em 2013, o órgão da Igreja da Oliveira foi encomendado pela Insigne e Real Colegiada de Guimarães em 1831, ficando concluído apenas 10 anos depois, em 1841. A obra do organeiro vimaranense Luís António de Carvalho inclui 51 meios-registos e 2229 tubos sonoros.

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190