Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS | 2 Dez 2021
Presépio de Priscos inaugurado a 12 de Dezembro
O Presépio estará aberto ao público nos dias 12, 19 e 26 de Dezembro e 2 e 9 de Janeiro entre as 15h e as 18h30, e no dia 8 de Janeiro entre as 20h e 22h30.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Hugo Delgado/Agência WAPA

O Presépio Vivo de Priscos é inaugurado no Domingo, dia 12 de Dezembro, às 15 horas. Na inauguração estará presente Filomena Teixeira, a mãe de Rui Pedro, o jovem desaparecido de Lousada há 23 anos.

O Presépio Vivo de Priscos estará aberto ao público nos dias 12, 19 e 26 de Dezembro e 2 e 9 de Janeiro entre as 15h e as 18h30, e no dia 8 de Janeiro entre as 20h e 22h30.

O acesso ao Presépio ao Vivo é permitido apenas com reserva obrigatória, limitada à disponibilidade de lugares nos dias e horários estipulados. As pré-marcações de visita só se fazem para grupos superiores a 10 elementos (ex. operadores turísticos) e devem ser feitas por e-mail (presepiovivopriscos@gmail.com) ou contacto telefónico (918 800 360) em dias úteis das 09h30 às 19h30 e aos sábados das 10h00 às 14h00. Todas as entradas serão solidárias. As crianças até 16 anos a entrada é livre e os adultos pagam 5 euros. É obrigatória a apresentação  de Certificado Digital Covid-19 ou comprovativo de teste negativo, assim como o uso de máscara.

A organização quer lembrar todas as crianças desaparecidas no mundo, nomeadamente em Portugal, e tem como objectivo encorajar a população e a comunicação social a reflectir sobre todas as crianças que foram dadas como desaparecidas, espalhar uma mensagem de esperança e solidariedade no plano internacional para os pais e restantes famílias que vivem esta problemática e levar as autoridades a reflectir na prevenção, nas estratégias a implementar em colaboração com as entidades responsáveis pela Educação, pela Justiça e pela Segurança, como refere o Instituto de Apoio à Criança.

De acordo com a Comissão Europeia, pelo menos 250 mil crianças desaparecem na Europa todos os anos. Até 60% dessas crianças são adolescentes fugitivos que fogem de abusos ou conflitos em casa - e geralmente são encontrados. Os sequestros dos pais também são responsáveis por algumas das crianças desaparecidas.

Há quinze anos que a Paróquia de São Tiago de Priscos organiza um Presépio ao Vivo. A iniciativa engloba mais de 90 cenários e 600 figurantes. O presépio é representativo do presépio tradicional, com ritmos e rotinas do quotidiano hebraico e romano – labores e artesanato, comércio e costumes – que recriam uma moldura cenográfica de um povo, num despojamento fantasioso da época do nascimento de Jesus e submetido ao poderoso Império Romano.

As novas construções contaram com a ajuda da comunidade de Priscos e dos reclusos do Estabelecimento Prisional e Regional de Braga.

O presépio terá novamente a participação de uma muçulmana.  Esta participação é um dos frutos da “Aldeia das Religiões” realizada em 2012, no âmbito da Capital Europeia da Juventude. O diálogo entre cristãos e muçulmanos vivido nesse evento tem produzido ao longo dos anos, um “melhor entendimento e conhecimento mútuo”.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190