Arquidiocese

Programa Pastoral
2019/2020

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
18 Jul 2014
CTT LANÇAM SELO COMEMORATIVO DO CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE FREI BARTOLOMEU
Duas representações do beato D. Frei Bartolomeu dos Mártires , antigo Arcebispo de Braga e uma das figuras proeminentes do Concílio de Trento, vão passar a circular, em selo postal, nos sobrescritos com origem em Portugal. Ontem, foram lançados os selos, numa cerimónia que decorreu no Museu Pio XII, em Braga, que juntou o responsável pelos CTT, Raul Moreira, o diretor do Museu Pio XII, cónego José Paulo Abreu, e o Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Duas representações do beato D. Frei Bartolomeu dos Mártires , antigo Arcebispo de Braga e uma das figuras proeminentes do Concílio de Trento, vão passar a circular, em selo postal, nos sobrescritos com origem em Portugal. Ontem, foram lançados os selos, numa cerimónia que decorreu no Museu Pio XII, em Braga, que juntou o responsável pelos CTT, Raul Moreira, o diretor do Museu Pio XII, cónego José Paulo Abreu, e o Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga. 

«Os CTT estão a fazer um monumento de gratidão a uma jóia da coroa da nossa história, não apenas eclesial, não apenas de Braga ou de Portugal, mas da humanidade», asseverou o cónego José Paulo Abreu.

Para o Arcebispo de Braga, sucessor de D. Frei Bartolomeu dos Mártires,  está-se perante uma «coroa de glória que todos devem conhecer e que nem sempre tem merecido a melhor atenção». D. Jorge Ortiga afirmou mesmo que a memória de D. Frei Bartolomeu dos Mártires até à sua beatificação estava «enterrada», pelo que defende o uso de todas as estratégias para que todos possam passar a conhecer «este grande santo da Igreja».

«Ele é alguém que merece e necessita de ser conhecido, para que da sua vida se possam retirar ensinamentos para a vida de cada um», asseverou D. Jorge Ortiga.

O prelado espera que, a partir de agora, quando alguém se confronte com o selo numa carta se interrogue sobre quem é ali representado e chegue à conclusão que foi um «grande homem de Igreja, um santo e, como tal, alguém importante para o mundo inteiro», sustentou, agradecendo a «iniciativa muito significativa dos CTT» para com o seu antecessor nascido há 500 anos.

Esta iniciativa, inserida justamente nas comemorações jubilares do nascimento de D. Frei Bartolomeu dos Mártires,  foi justificada pelo responsável dos CTT como uma iniciativa «de Braga e do país» para com «uma figura histórica, não apenas eclesiástica como de todo o mundo». Raul Moreira lembrou que a vida de D. Frei Bartolomeu dos Mártires coincide com os Correios Mor de nomeação real, correspondendo, por isso, a um «período histórico» interessante do ponto de vista da história dos correios portugueses.

O desafio foi lançado aos CTT pelo cónego José Paulo Abreu, que agradeceu a recetividade e a realização do «monumento de gratidão» ao beato D. Frei Bartolomeu dos Mártires.

No final da sessão, os presentes confraternizaram num pequeno convívio.

DM 18 de Julho de 2014

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190